Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Sabrina transforma sua gravidez num reality constrangedor

Mauricio Stycer

2006-05-20T18:01:25

06/05/2018 01h25


Já faz muito tempo que as celebridades perderam a vergonha de expor as suas maiores intimidades na televisão em troca de audiência e do polimento da imagem. Um dos marcos fundadores desta prática ocorreu em 7 de dezembro de 1997, quando Xuxa deu uma mãozinha a Faustão, que enfrentava a dura concorrência de Gugu Liberato, e anunciou a sua gravidez ao vivo no "Domingão".

De lá para cá, a situação piorou muito. Ninguém tem mais vergonha de nada. O recato se tornou mercadoria rara. Apresentadores de televisão parecem considerar que têm a obrigação de dividir com o público tudo que acontece em suas vidas privadas. Tudo mesmo.

No ano passado, depois de vários dias de suspense, com chamadas na programação da Record prometendo "um depoimento emocionante", Marcelo Rezende anunciou no "Domingo Espetacular" que estava enfrentando um câncer no pâncreas e no fígado.

Nesta escalada, nem surpreende a transformação da gravidez de Sabrina Sato numa espécie de reality show patrocinado. Ela não é a primeira que revelou estar esperando um filho num post no Instagram pago por uma marca de testes do gravidez. Mas acho que ninguém ainda havia tido a coragem de passar duas horas no ar falando da sua própria gravidez.

Grávida há dez semanas apenas, a apresentadora está internada em um hospital por conta de uma situação de risco. Diante da impossibilidade de gravar o próprio programa, a Record encarregou Rodrigo Faro de entrevistá-la para o episódio deste sábado (05). Num cenário estranho, exibindo um vistoso par de botas brancas em primeiro plano, e rindo muito, como sempre, Sabrina falou uma dezena de vezes sobre a alegria de estar grávida e sobre a situação que está enfrentando.

Sem assunto, Faro se repetiu, falando duas dezenas de vezes sobre a emoção deste momento, sobre como o filho mudará a rotina de Sabrina e, sem ter mais o que dizer, apelou para a pieguice. "Se você pudesse falar agora no coração do seu bebê, o que você diria?" Em outro momento, sem se dar conta do ridículo, prometeu: "Você vai saber com exclusividade como foi mais este ultrassom da Sabrina. Logo depois do intervalo".

Para tornar o programa ainda mais constrangedor, Faro e Sabrina protagonizaram uma situação de suspense – o sexo do bebê. Esta informação importantíssima foi transformada numa isca para manter a audiência presa até a meia-noite (spoiler: é uma menina). Após o anúncio, o ator Duda Nagle calçou um sapatinho dado por Faro em uma boneca de plástico (com uma pinta na testa) que Sabrina estava segurando.

O suplício não terminou aí. Faro avisou que guardou momentos "exclusivos" da entrevista para o seu próprio programa, que vai ao ar neste domingo (06).

Sabrina é uma pessoa querida e, por isso, muita gente está interessada em saber detalhes da sua gravidez. Mas não é necessário tanto.

Audiência: O "Programa da Sabrina" registrou a sua maior audiência em São Paulo desde a estreia, em abril de 2014. Com média de 10,7 pontos, garantiu a vice-liderança à Record, bem à frente do SBT. Em relação aos quatro sábados anteriores, o Programa da Sabrina praticamente dobrou a audiência (o crescimento foi de 98%), informa o site Notícias da TV.

Editor que apagou programa gravado pediu desculpas, conta Sabrina

Veja também
Sabrina Sato revela sexo de bebê, confirma gravidez de risco e admite medo


Comentários são sempre muito bem-vindos, mas o autor do blog publica apenas os que dizem respeito aos assuntos tratados nos textos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.