Topo
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer

Datena “fura” Bial e Band exibe entrevista com Moro antes da Globo

Mauricio Stycer

09/04/2019 16h24

A aguardada estreia da terceira temporada de "Conversa com Bial", marcada para esta terça-feira (9), perdeu um pouco do seu impacto. O entrevistado de Pedro Bial, o ministro Sergio Moro, deu também uma entrevista para José Luiz Datena, que será exibida no "Brasil Urgente" no mesmo dia, mas algumas horas antes.

A entrevista de Bial com Moro foi realizada na última sexta-feira (5), mas a emissora resolveu guardá-la por quatro dias por uma "decisão estratégica de programação". Já a conversa de Datena com o ministro foi gravada na segunda-feira (8) e teve um trecho divulgado no mesmo dia.

A decisão da Globo de deixar uma entrevista importante na gaveta repete a estratégia adotada na estreia da primeira temporada do "Conversa com Bial", em maio de 2017. Naquela ocasião, Bial apresentou uma entrevista com a ministra Carmem Lúcia, então presidente do Supremo Tribunal Federal, gravada um dia antes. Um dos temas da conversa ficou desatualizado.

Nesta terça, a emissora divulgou em seu site um "teaser", com um trecho da entrevista de Bial, de 2min30. Já a Band exibiu ainda na segunda-feira um pedaço de 5min da conversa com Datena (veja abaixo)

Perguntei à Globo por que o "Conversa com Bial" não estreou na segunda-feira. A emissora respondeu: "Por uma decisão estratégica de programação, o 'Conversa com Bial' contou com uma apresentação especial nesta segunda-feira, dia 8, convidando o público a acompanhar a estreia de sua terceira temporada nesta terça-feira, dia 9 – a data foi fechada em 2018 e chamadas na programação, desde a semana passada, já indicavam o dia 9. Foi assim também quando o programa estreou na TV, no dia 2 de maio de 2017, uma terça-feira, com uma conversa com a então presidente e atual Ministra do STF, Carmen Lúcia. Agora, em sua volta ao ar, o programa recebe o Ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil, Sérgio Moro – a conversa foi gravada na última sexta-feira, dia 5".

Veja também
Em defesa de nova lei, Moro indica filmes com Johnny Depp e Brian Cranston

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Mauricio Stycer