Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Em abril, The Noite foi o programa fora da Globo que mais ficou em 1º lugar

Mauricio Stycer

15/05/2019 05h01

Uma das vitórias de Danilo Gentili sobre a Globo em abril ocorreu ao entrevistar Luisa Marilac

O SBT está festejando, e com razão, o sucesso do seu talk show de fim de noite. Excluindo as atrações da Globo, o "The Noite" foi o programa que ficou em primeiro lugar por mais tempo em abril. Em São Paulo, Danilo Gentili garantiu 11 horas e 28 minutos de liderança à emissora de Silvio Santos no mês.

Na média geral de abril, em seu horário, o "The Noite" registrou 5,7 pontos, ficando em segundo lugar (a Globo marcou 5,9) com larga vantagem sobre a Record, terceiro lugar, que marcou média de 1,8 ponto na comparação.

Das 22 vezes em que foi ao ar no mês, o "The Noite" ficou em primeiro lugar, à frente da Globo, em 13 ocasiões. O concorrente direto do talk show, o "Conversa com Bial", estreou sua nova temporada em 9 de abril. E, desde então, perdeu várias vezes para o SBT.

Muitas das vitórias do talk show de Gentili sobre o de Bial são resultado da escolha dos entrevistados. A pauta do programa do SBT é, com certa frequência, mais popular do que o da Globo.

Na sua estreia, em 2019, por exemplo, Bial trouxe o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e teve menos audiência que Gentili, que entrevistou a cantora Lexa. Outras derrotas da Globo ocorreram em "confrontos" que expressam as diferentes propostas dos programas. Por exemplo: Olavo de Carvalho contra Sérgio Reis (10/4), Jean Wyllys contra Theo Becker (11/4), Nilton Claudino, um fotógrafo torturado pela milícia, contra Luisa Marilac (16/4).

No PNT (Painel Nacional de Televisão), que reúne a audiência de 15 grandes centros urbanos, o "The Noite" registrou média de 4,1 pontos em abril, e ficou em segundo lugar com mais que o dobro de audiência que a Record (1,7 de média). A Globo registrou média de 5,5.

No Rio, o segundo maior mercado do país, em seu horário, o talk show do SBT também ocupou a vice-liderança com folga, registrando média de 4,8 pontos contra 1,7 da Record. A Globo liderou com média de 6,9.

ATENÇÃO!
SBT reconhece erro; "Balanço Geral" foi quem mais venceu a Globo em abril

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.