Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Encarnando Pedro de Lara, Boninho é a maior atração do Show dos Famosos

Mauricio Stycer

20/05/2019 05h01

No Show dos Famosos, Boninho fez uma homenagem a Bento Carneiro, personagem de Chico Anysio

No papel de jurado do "Show dos Famosos", Boninho tem produzido mais entretenimento que todos os candidatos juntos. E divertido muito mais que os outros dois jurados e o próprio Faustão. Fazendo desde o ano passado, como observou o colunista Chico Barney, uma homenagem a Pedro de Lara, o big boss do BBB encarna o julgador rigoroso, que não apenas diz "verdades" aos participantes, como questiona os colegas de bancada.

Depois de um domingo de "alfinetadas" com Claudia Raia, como registrou a mídia, Boninho resolveu esta semana "desenhar" para o público que as suas "diferenças" com a colega de bancada estão no terreno da brincadeira.

Boninho apareceu no palco do "Domingão" fantasiado de Bento Carneiro, uma das antológicas criações de Chico Anysio. Para quem não se lembra, o bordão do vampiro brasileiro era: "Vô lhe pichá uma mardição! Pra quem ri di eu, minha vingança sará malígrina!".

"Semana passada a Claudia Raia quis me matar, então vim assim", explicou. A atriz respondeu na mesma moeda: "Não há mais degraus para descer. Vai daqui pro 'Zorra'."

Diferentemente de Silvio de Abreu, jurado na primeira temporada que fazia a linha Marcia de Windsor ("Nota dez!"), Boninho não ignora que muitas apresentações são precárias ou constrangedoras e aponta, com educação, os problemas que enxerga.

Como jurado durão (estilo Pedro de Lara), Boninho deu mais variedade às avaliações. Claudia Raia tende a ser sempre a boazinha e Miguel Falabella frequentemente também apresenta juízos muito positivos.

É verdade que, em alguns momentos, nem Raia e Falabella conseguem ser condescendentes. O quadro tem apresentado números musicais muito fracos, quando não constrangedores. Nestas horas, Boninho é sempre o mais destemido e menos corporativo, dizendo algumas verdades.

O diretor adotou a postura de não dar dez para ninguém, ao menos nestas rodadas iniciais. Pressionado por causa desta decisão, Boninho debochou neste domingo (21): "O dez tem que vir de dentro da alma, de dentro do coração".

Faustão entrou na dança e cobrou o jurado por não ter dado dez a Solange Almeida. Boninho citou o "The Voice", programa que dirige, levando o apresentador a responder: "Eu adoro o 'The Voice' e tudo, mas lá é o primeiro degrau da escada. É a mesma coisa que pegar os caras do BBB pra cantar", disse Faustão, ganhando aplausos do seu auditório.

Já estou imaginando como Boninho vai aparecer vestido no próximo domingo. Em homenagem a Claudia Raia, que depreciou o vampiro Bento Carneiro, uma opção é surgir como "Seu Boneco" e dizer: "Vou pra galera!"

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.