Topo

A Dona do Pedaço apresenta o chantagista mais burro da história das novelas

Mauricio Stycer

13/08/2019 05h01

Empurrado por Josiane, Lucas Lucas despenca para a morte em A Dona do Pedaço

No intervalo de uma semana, em "A Dona do Pedaço", Josiane (Agatha Moreira) matou dois homens que tentavam chantageá-la. O primeiro foi o mordomo Jardel (Duio Botta), que descobriu o caso da jovem com Regis (Reynaldo Gianecchini) e ameaçou revelar a situação para Maria da Paz (Juliana Paes), mãe dela. O segundo foi Lucas (Kainan Ferraz), namorado do mordomo.

Jardel fez uma foto de Jô e Regis se beijando e concordou em entregá-la para a vilã em troca de uma bolada em dinheiro. Esperto, ele combinou fazer o negócio num local público. Mas, apesar de centenas de pessoas circularem pelo local, ninguém, com exceção de Fabiana (Nathalia Dill), outra bandida, viu Jô empurrar o mordomo em direção de um caminhão. Coisas de novela. Tudo bem.

Antes de morrer, Jardel enviou a foto para Lucas. De posse do flagrante de adultério, o garoto de programa decidiu chantagear Josiane assim que deixou a prisão no capítulo desta segunda-feira (12).

Ela logo pediu a foto e ele, muito esperto, avisou: "Não sou idiota. Vou querer muita grana". Diante da proposta dela de ir em casa buscar o dinheiro e entregar a ele no próprio café onde estavam conversando, o gênio respondeu: "Você acha que sou algum idiota? O que vão pensar de um cara como eu pegando dinheiro de você?"

Depois de dizer duas vezes que não era "idiota", Lucas marcou um novo encontro com Josiane no alto de um prédio, com sacada interna. Mesmo sabendo que ela havia matado o seu namorado, não tomou qualquer precaução.

No local, diante da vista de ninguém, o rapaz recebeu o dinheiro e, em vez de ir embora, provocou Jô, dizendo que guardou uma cópia da foto comprometedora na "nuvem". Por que ele disse isso diante dela? Outra burrice inexplicável. Enquanto ameaçava a vilã, não se deu conta de que, de costas para o vão, tinha enorme potencial de virar vítima. Foi a sua última burrice.

Josiane, após empurrar Lucas, olha fixo para a câmera

Para completar, Jô encontrou forças para empurrar o rapaz, que caiu gritando, sem chamar a atenção de nenhum morador do prédio, nem mesmo do amigo que facilitou a sua entrada no local.

Além da burrice extraordinária de Lucas, a cena também chamou a atenção pela pobreza de recursos técnicos. Tosca, mal dirigida e subestimando a inteligência do espectador, a morte do chantagista possivelmente vai ajudar "A Dona do Pedaço" a bater novo recorde de audiência. Porque, como diz Silvio de Abreu, diretor de Teledramaturgia da Globo, o público adora e a crítica detesta esses absurdos.

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.

Mauricio Stycer