Topo
Blog do Nilson Xavier

Blog do Nilson Xavier

Novela “Elas por Elas” – do detetive Mário Fofoca – completa 30 anos

Nilson Xavier

2010-05-20T12:18:47

10/05/2012 18h47

Há trinta anos, a TV Globo lançava, no horário das sete, uma das novelas de maior sucesso da década de 1980: Elas por Elas, escrita pelo mestre Cassiano Gabus Mendes. Inesquecível pela presença de um dos personagens mais marcantes de nossa teledramaturgia: o atrapalhado detetive Mário Fofoca, vivido pelo ator Luiz Gustavo. O personagem é lembrado também pela sua caracterização: um indefectível paletó xadrez lilás.

Apesar do irrepreensível elenco feminino e da trama centrada nos dramas de sete mulheres – amigas do passado que se reencontravam -, foi Luiz Gustavo quem obteve o maior destaque. Mário Fofoca marcou sua carreira – assim como outros personagens criados por Cassiano para o ator, como Beto Rockfeller (da novela homônima) e Victor Valentim (de Ti-Ti-Ti).

Mário Fofoca ainda rendeu a Luiz Gustavo a protagonização de um filme – As Aventuras de Mário Fofoca, de Adriano Stuart – e de um seriado de TV – Mário Fofoca -, ambos em 1983, mas, infelizmente, marcados pelo insucesso. Em 2010, Luiz Gustavo voltou a viver o aloprado detetive no remake da novela Ti-Ti-Ti, assinado por Maria Adelaide Amaral – que homenageava Cassiano Gabus Mendes com a aparição de vários dos personagens do autor na novela.

Cassiano contou com a colaboração de Carlos Lombardi no texto, então um iniciante em dramaturgia na Globo. A novela teve a direção de Paulo Ubiratan, Wolf Maya e Mário Márcio Bandarra.

A história girava em torno do reencontro de sete amigas dos tempos de colégio, vinte anos depois. O roteiro era dividido em três histórias principais, que se cruzavam envolvendo as sete amigas. Márcia (Eva Wilma) queria descobrir quem era a amante do marido recém falecido. Para isso contrata os serviços do detetive Mário Fofoca, irmão de sua amiga Wanda (Sandra Bréa). O que Márcia não desconfia é que a mulher que ela procura é Wanda.

Natália (Joana Fomm) é uma mulher neurótica com a ideia fixa de que uma de suas amigas empurrou seu irmão numa pedra, vinte anos antes. Ela atormenta a vida das seis amigas para tentar saber qual delas foi a responsável pela morte do irmão.

Helena (Aracy Balabanian) preocupa-se com a reaproximação de sua amiga Adriana (Ester Góes) com seu marido Jaime (Carlos Zara), antigo namorado de Adriana. Mas o perigo maior está no segredo que seu pai, Miguel (Mário Lago) guarda: no passado, ele pagou uma enfermeira – Eva (Nathalia Timberg) – para trocar os bebês no parto de Helena, caso ela desse a luz a uma menina. Eva trocou a filha de Helena pelo filho de Adriana, e assim uma criou o filho da outra sem saber que as crianças foram trocadas na maternidade. O reencontro de Helena e Adriana faz nascer um interesse entre Gil (Lauro Corona) e Míriam (Tássia Camargo), os filhos delas, já crescidos.

A história, extremamente envolvente e bem amarrada, prendeu a atenção do público do início ao fim. Os dramas das sete amigas, entremeados pelo humor nonsense do detetive Mário Fofoca, garantiu a audiência durante os seis meses de exibição da novela. O elenco contava ainda com Reginaldo Faria, Christiane Torloni, Herson Capri, Mila Moreira, Maria Helena Dias, Laerte Morrone, Marco Nanini, Felipe Carone, Ana Ariel e outros.

A abertura de Elas por Elas – produzida pelo designer Hans Donner e sua equipe – foi uma das mais criativas já feita. Ao som do grupo The Fevers, exibia uma festa dos anos 60, em preto e branco. A imagem de uma jovem da festa era congelada após um efeito de flash de máquina fotográfica. A cena se transformava numa foto, e a moça fotografada saía desta foto, fundindo-se com a imagem de uma atriz do elenco, na atualidade, já colorida.

Primeira novela na Globo dos atores Cássio Gabus Mendes (filho de Cassiano), André de Biasi, Tássia Camargo e Cristina Pereira. Elas por Elas teve as participações de Xuxa e Luíza Brunet nas cenas em que a personagem Ieda (Cristina Pereira) imaginava-se uma outra mulher, linda e sedutora, vivenciando cenas românicas com Renê (Reginaldo Faria). Xuxa – na época modelo – apareceu sensualizando no capítulo 40, muito antes de se tornar a "rainha dos baixinhos".

Elas por Elas estreou em 10 de maio de 1982 e ficou no ar até 27 de novembro daquele ano, totalizando 173 capítulos. Teve apenas uma reprise, no Vale a Pena Ver de Novo, de fevereiro e julho de 1985. Merecia uma reprise no Canal Viva!

Veja mais de Elas por Elas no site Teledramaturgia.

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.