PUBLICIDADE
Topo

Blog do Nilson Xavier

“Salve Jorge” tem boa estreia e pode melhorar

Nilson Xavier

23/10/2012 23h51

A primeira sequência de Salve Jorge – a novela de Glória Perez que estreou nesta segunda (22/10) – já anunciou uma tragédia: a protagonista Morena (Nanda Costa), depois de arrematada em um leilão de escravas sexuais, aparece correndo pelas ruas de um país estrangeiro (a Turquia) gritando por socorro. Corta a cena e a ação volta oito meses antes, para explicar como Morena foi parar na Turquia. Recurso até interessante, não fosse o fato de todos já saberem desde antes da estreia que isso ia acontecer à heroína de Salve Jorge. Bem, é novela, precisa ser mastigada, não é filme de mistério.

Depois de dois capítulos já é merecedor de elogios o fato da novela não ter dado ênfase maior à cultura turca, e sim à trama central no Brasil – com belas tomadas do Morro do Alemão, no Rio (inclusive as imagens jornalísticas inseridas na trama). Sentiu-se uma preocupação em apresentar o casal romântico central (Morena/Nanda Costa e Théo/Rodrigo Lombardi) e a trama do tráfico de mulheres (focada até o momento nas personagens de Carolina Dieckmann, Cláudia Raia e Totia Meirelles).

A novela vai pintando a Turquia gradativamente, com as dancinhas coreografadas, bordões, cenários, figurinos, cultura e hábitos exóticos. Bem como o elenco grandioso (em tamanho), que vai surgindo sem pressa. Esses são pontos que já diferenciam positivamente Salve Jorge das tramas anteriores de Glória Perez que apresentaram países longínquos.

Como tudo em Salve Jorge parece girar em torno de Morena, todos os olhos se voltam para protagonista-estreante Nanda Costa, que está muito segura interpretando a típica heroína de Perez – com todas aquelas características comuns a Clara de Barriga de Aluguel, Dara de Explode Coração, Jade de O Clone, Sol de América e Maya de Caminho das Índias.

A audiência da estreia cravou 35 pontos no Ibope (cada ponto equivale a 60 mil domicílios na Grande São Paulo) – ficou abaixo da estreia das tramas anteriores no horário. O gancho do final do primeiro capítulo foi fraco, e a audiência do segundo subiu um ponto: 36. A novela está apenas começando e, ao que tudo indica, tem tudo para melhorar.

Avenida Brasil, com seus ganchos sempre contundentes, acostumou mal o público. No gancho do segundo capítulo de Salve Jorge aconteceu o primeiro beijo apaixonado entre Morena e Théo, ao som de "Esse Cara Sou Eu", cantada por Roberto Carlos. Foi um gancho romântico. Em se tratando de uma trama de Glória Perez, tá valendo.

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.

Blog do Nilson Xavier