Topo
Blog do Nilson Xavier

Blog do Nilson Xavier

“Amor À Vida” é uma excelente novela mexicana brasileira

Nilson Xavier

2009-08-20T13:10:19

09/08/2013 10h19

Marina Ruy Barbosa e Ricardo Tozzi em cena de "Amor À Vida" (Foto: Divulgação/TV Globo)

Ainda bem que Marina Ruy Barbosa não teve seu cabelo cortado! Se o corta/não corta já gerou esse buchicho todo, imagina se tivesse ido às vias de fato! Já basta o melodrama fácil que Walcyr Carrasco impôs à personagem da atriz. No capítulo desta quinta-feira (08) de "Amor À Vida", Nicole partiu desta para uma pior: o espírito atormentado da pobre menina rica vai vampirizar seus algozes Thales (Ricardo Tozzi) e Leila (Fernanda Machado). Sofrimento pouco é bobagem. E haja odor de rosas e "Clair de Lune" para embalar a tragédia da vida/morte da personagem.

"Amor À Vida" é uma ótima novela ruim. Ótima porque o autor sabe prender o público. Carrasco tem a manha, conhece todos os segredos do folhetim, gênero que originou a telenovela. Todos os clichês do melodrama (ou quase todos) estão lá. Embalados por uma trilha sonora pontual, a interpretação over dos atores e o texto mais over ainda do autor. O diferencial de "Amor À Vida", e seu maior atrativo, é exatamente este: é uma telenovela deslavada, sem medo de fazer aflorar – muitos tons acima – as emoções mais fáceis do ser humano. Isso a torna "menor"? Claro que não! Haja vista o sucesso das novelas mexicanas pelo mundo. "Amor À Vida" é uma excelente novela mexicana brasileira.

Claro que a comicidade forçada – digna de um programa de humor de gosto duvidoso -, o texto teatral demais e alguns personagens chatos e outros tantos bem caricatos, desabonam a novela. Mas são inerentes à sua proposta e, portanto – talvez – até passíveis de se relevar.

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.