PUBLICIDADE
Topo

Blog do Nilson Xavier

O público votou e “Tropicaliente” é a próxima novela reprisada no Viva

Nilson Xavier

17/09/2014 15h45

Silvia Pfeifer e Herson Capri em

Silvia Pfeifer e Herson Capri em "Tropicaliente" (Foto: Divlgação/TV Globo)

Após voltar atrás com a reprise de "Pecado Capital" (a versão de 1998), o canal Viva colocou uma enquete em seu site para que o público decidisse qual a próxima novela a substituir "História de Amor" na faixa da tarde. Entre as três opções disponíveis, a mais votada foi "Tropicaliente" que ganhou com 37% dos votos. As outras concorrentes eram "Lua Cheia de Amor" (ficou com 30% dos votos) e "Despedida de Solteiro" (33%).

"Tropicaliente" foi originalmente exibida em 1994, no horário das seis, com uma reprise no "Vale a Pena Ver de Novo" em 2000. De autoria de Walther Negrão, com direção geral de Gonzaga Blota. Para esta trama, a Globo ambientou a história em paradisíacas praias do Ceará.

No elenco, Selton Mello viveu Victor Velazquez, um playboy com um amor doentio pela caiçara Açucena – primeiro papel de destaque de Carolina Dieckmann em novelas. Na trama central, o romance conturbado entre Letícia Velazquez (Silvia Pfeifer), mãe de Victor, e o pescador Ramiro (Herson Capri), pai de Açucena. Os dois se amaram na juventude mas, separados, cada um seguiu sua vida. Viúva, ela retorna ao Ceará e reencontra Ramiro casado com Serena (Regina Dourado). "Tropicaliente" foi a novela de estreia de Márcio Garcia, Daniela Escobar e Giovanna Antonelli.

Uma das melhores curiosidades de "Tropicaliente" vem do título que a novela ganhou na Rússia, quando foi exibida nesse país, onde fez um enorme sucesso – talvez pelas ambientações parecerem exóticas demais para o povo russo. Lá, "Tropicaliente" teve seu nome trocado para "Tropikanka" – "mulher tropical" em russo. A novela foi tão bem recebida pelos russos, que a trama substituta, "Mulheres de Areia", foi batizada de "Sekret Tropikanki" – que significa "o segredo de uma mulher tropical" – ou "Tropikanka 2". Só que uma novela não tem nada a ver com outra, a não ser a estética tropical, com praias e colônias de pescadores.

A música tema de abertura, "Coração da Gente", cantada por Elba Ramalho, grudou como chiclete e foi parodiada no humorístico "Casseta e Planeta" na época: o comediante Cláudio Manoel, travestido de Elba, aparecia de cinco em cinco minutos cantando "Ô-ô-ô-ô Tropicaliente, ô-ô-ô-ô enluará o coração da gente…".

No elenco, também Francisco Cuoco, Stênio Garcia, Ana Rosa, Carla Marins, Delano Avelar, Cássio Gabus Mendes, Victor Fasano, Paloma Duarte, Lúcia Alves, Edney Giovenazzi, Leila Lopes e outros. A data prevista para seu retorno é 10 de novembro, às 15:30 (com reprise à 1 da manhã).

Saiba mais sobre "Tropicaliente" no site Teledramaturgia.

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.

Blog do Nilson Xavier