Topo
Blog do Nilson Xavier

Blog do Nilson Xavier

Isabela Garcia está tão bem em "O Sétimo Guardião" que dá gosto de ver

Nilson Xavier

18/01/2019 10h27

Isabela Garcia (fotos: reprodução)

A personagem Judith começou pequena. Parecia que Isabela Garcia iria novamente viver uma daquelas coadjuvantes inexpressivas que a atriz vinha há uns quinze anos fazendo na TV. Sua última personagem de peso foi a Eliete de "Celebridade", em 2004. As que vieram depois, é preciso recorrer à internet para lembrar.

Há um ano, a atriz foi dispensada da Globo, após 46 anos de colaboração. Isso significava que ela não tinha mais vínculo empregatício com a emissora e que poderia acertar contratações por obra, em qualquer emissora. E foi o que aconteceu. O novelista Aguinaldo Silva e o diretor Rogério Gomes a resgataram para o elenco de "O Sétimo Guardião".

Judith é discretíssima. E é na sutileza que Isabela Garcia mostra segurança ao dar vida à personagem. Muito diferente da exuberante Eliete de "Celebridade", igualmente um tipo interessante, mas vários tons acima. Como uma espécie de "guardiã" do casarão, a governanta guarda também segredos e sabe mais do que qualquer reles mortal. É, portanto, uma personagem-chave da trama.

A carismática Isabela Garcia vive aqui uma mulher contida, porém firme e sempre disposta a defender o que acredita. A discreta Judith, que começou pequena na novela, é hoje uma das personagens mais interessantes de "O Sétimo Guardião". A bem da verdade, uma das poucas. Dá gosto de ver Isabela Garcia em cena.

Uma dica de reviravolta ao Sr. Aguinaldo: já que o amor de Gabriel e Luz (Bruno Gagliasso e Marina Ruy Barbosa) não pode se concretizar porque ele é o sétimo guardião, que tal ele abdicar do posto e delegar seus poderes a Judith, que se tornaria no final a Sétima Guardiã! #dica

Leia também: "De estrela mirim a capa da Playboy, relembre a carreira de Isabela Garcia".

Siga no Facebook – Twitter – Instagram

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Nilson Xavier