Topo
Blog do Nilson Xavier

Blog do Nilson Xavier

Música dos Tribalistas é o tema de abertura da nova novela Órfãos da Terra

Nilson Xavier

21/03/2019 14h50

Renato Góes e Julia Dalavia (foto: Paulo Belote/TV Globo)

A Globo estreia, no dia 2 de abril, a nova novela das seis, "Órfãos da Terra", de Thelma Guedes e Duca Rachid. Trata-se de um folhetim tradicional, com uma história de amor prejudicada por vilões terríveis, tendo como pano de fundo a problemática dos refugiados que deixam seus países fugindo da guerra, miséria ou perseguição política.

A jovem refugiada Laila (Júlia Dalavia) se vê obrigada a casar com o milionário sheik Aziz Abdallah (Herson Capri), mas foge, mudando-se para o Brasil com a família. Atrás dela, vem o amor de sua vida, Jamil (Renato Góes), afilhado e protegido do sheik, que – desconhecendo a paixão entre eles – o encarrega de trazê-la de volta. Jamil, por sua vez, é o escolhido de Dalila (Alice Wegmann), ninguém menos que a geniosa filha de Aziz. Imagina quando o sheik souber da dupla traição!

O diretor artístico Gustavo Fernández comentou, no material de divulgação da novela, sobre a sua proposta realista: "Temos a preocupação de não reforçar estereótipos. (…) Para nos aproximarmos dessa realidade, teremos, por exemplo, refugiados reais em cena, tanto na figuração quanto no elenco, como é o caso de Kaysar Dadour e também o Blaise Musipère, ator congolês que faz um haitiano". Kaysar, refugiado sírio, ficou conhecido no Brasil no ano passado, quando participou do BBB 18.

As autoras estreariam no horário das nove em 2017, após "A Força do Querer", com uma novela que tinha "O Homem Errado" como título de trabalho. Ainda em 2016, depois dos primeiros blocos de capítulos entregues para a avaliação da Globo, a produção foi cancelada. Thelma e Duca então prepararam uma nova trama para as 18 horas, "Órfãos da Terra" ("Sal da Terra" era o título provisório), que, a princípio, sucederia "Orgulho e Paixão", ano passado, mas foi protelada para depois de "Espelho da Vida", a atual trama das seis.

A música escolhida para embalar a abertura é a bela canção "Diáspora", composta pelos Tribalistas – Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte – e gravada  pelo trio em 2017. A música cabe como uma luva à temática da novela, já que trata justamente do drama dos refugiados e expatriados. Segue a letra:

Acalmou a tormenta, pereceram
O que a estes mares ontem se arriscaram
E vivem os que por um amor tremeram
E dos céus os destinos esperaram

Atravessamos o mar Egeu
Um barco cheio de fariseus
Com os cubanos, sírios, ciganos
Como romanos sem coliseu
Atravessamos pro outro lado
No rio vermelho do mar sagrado
Os center shoppings superlotados
De retirantes refugiados

Where are you?

Onde está
Meu irmão sem irmã
O meu filho sem pai
Minha mãe sem avó
Dando a mão pra ninguém
Sem lugar pra ficar
Os meninos sem paz
Onde estás meu Senhor
Onde estás? Onde estás?

Deus! Ó Deus! Onde estás que não respondes?
Em que mundo, em qu'estrela tu t'escondes
Embuçado nos céus?
Há dois mil anos te mandei meu grito
Que embalde desde então corre o infinito
Onde estás, Senhor Deus?

Where are you?

No elenco de "Órfãos da Terra", também Letícia Sabatella, Bruno Cabrerizo, Rodrigo Simas, Marco Ricca, Ana Cecília Costa, Eliane Giardini, Paulo Betti, Guilherme Fontes, Leona Cavalli, Bia Abrantes, Carmo Dalla Vecchia, Anaju Dorigon, Emanuelle Araújo, Simone Gutierrez, Danton Mello, Mouhamed Harfouch, Flávio Migliaccio, Luana Martau, Osmar Prado, Betty Gofman, Nicette Bruno, Marcelo Médici, Carol Castro e outros.

Tudo sobre "Órfãos da Terra": trama, elenco completo, personagens e curiosidades.

Siga no Facebook – Twitter – Instagram

Sobre o autor

Nilson Xavier é catarinense e mora em São Paulo. Desde pequeno, um fã de televisão: aos 10 anos já catalogava de forma sistemática tudo o que assistia, inclusive as novelas. Pesquisar elencos e curiosidades sobre esse universo tornou-se um hobby. Com a Internet, seus registros novelísticos migraram para a rede: em 2000 lançou o site Teledramaturgia (http://www.teledramaturgia.com.br/), cujo sucesso o levou a publicar o Almanaque da Telenovela Brasileira, em 2007.

Sobre o blog

Um espaço para análise e reflexão sobre a produção dramatúrgica em nossa TV. Seja com a seriedade que o tema exige, ou com uma pitada de humor e deboche, o que também leva à reflexão.