Topo

Coluna

Chico Barney


A Dona do Pedaço: Camilo e Yohana roubam a cena como péssimos policiais

Camilo e Yohana misturam incompetência com carisma - Reprodução/Montagem
Camilo e Yohana misturam incompetência com carisma Imagem: Reprodução/Montagem
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

21/10/2019 22h48

A entrada de Monique Alfradique como a investigadora Yohana deu um novo fôlego para A Dona do Pedaço. Como se a novela já não estivesse recheada de personagens estapafúrdias, um reforço dessa envergadura foi até inesperado.

Finalmente alguém apareceu para tentar colocar ordem na cachola de Camilo, vivido por Lee Taylor. Com vários crimes esquisitos para resolver, o psicopata defensor da lei estava mais preocupado em azucrinar a vida da esposa Vivi Guedes (Paolla Oliveira) —que só topou o matrimônio por conta de chantagem.

Mas a tal da Yohana chegou com a missão de solucionar um raro crime em que o mordomo é vítima em vez de suspeito. A assassina, todos nós sabemos, é Josiane (Ágatha Moreira). Mesmo conhecendo os hábitos lamentáveis da maquiavélica filha de Maria da Paz (Juliana Paes), Camilo nunca presumiu nada.

Quis o destino que a nova responsável pelo caso fosse tão doidinha quanto o parceiro. Logo suspeitou de Régis (Reynaldo Gianecchini). E em uma manobra meio truculenta, colocou o cara no xilindró sem maiores evidências do crime. Yohana só passou a desconfiar da verdadeira responsável quando caiu de amores pelo namorado dela, o fotógrafo Téo (Rainer Cadete).

É um desafio tão grande que a excelente Monique Alfradique parece enfrentar alguma dificuldade com o texto de Walcyr Carrasco. As falas nem sempre saem de maneira fluida, como se a atriz não conseguisse tirar um sentido convincente do que decorou. Não sei se podemos julgá-la.

A dupla Camilo e Yohana ainda vai bater muita cabeça até chegar à resolução do crime. Inclusive está prevista uma cena com a policial tentando cortar um tufo de cabelo da Josiane —como naqueles filmes do Leslie Nielsen. Vem muita coisa boa por aí.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Chico Barney