Topo

Coluna

Chico Barney


A Dona do Pedaço: Jô não faz sentido, mas Agatha Moreira merece nota 10

Agatha Moreira é um dos destaques positivos da novela - Reprodução
Agatha Moreira é um dos destaques positivos da novela Imagem: Reprodução
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

18/11/2019 17h17

Resumo da notícia

  • Assim como boa parte das tramas de A Dona do Pedaço, Josiane não faz o menor sentido.
  • Ainda assim, há de se ressaltar o bom trabalho desenvolvido pela atriz Agatha Moreira.
  • Jô é um ponto de virada em sua carreira, e merece nota 10 dos especialistas.

A trajetória da personagem Josiane em A Dona do Pedaço não faz o menor sentido. Com um plano escalafobético para ferrar a própria mãe, a garota nunca teve motivações claras para tantas vilanias e, pelo andar da carruagem, não vai ser na última semana que vão arranjar alguma. Quando conseguiu implementar todas as suas maquinações mais espúrias, não tardou em colocar tudo a perder.

Indo corajosamente do nada ao lugar nenhum, agora encontra-se encarcerada, por conta de alguns assassinatos empreendidos de forma um tanto atrapalhada. Mas bastou um rápido bate-papo com Maria da Paz, a mãe traída e humilhada tantas vezes, para absorver algumas possibilidades do evangelho. Depois de um choque de gestão religioso, converteu-se na cadeia.

A própria Maria da Paz só lembrou que era uma mulher temente a Deus em momentos específicos da trama, normalmente quando em apuros. Lembro que encerrou um dos primeiros capítulos citando o salmo 23 no Terminal do Tietê, quando chegou fugida após entreveros em sua cidade natal. E aí sacou a Bíblia semana passada como último argumento para tirar a filha de uma eloquente espiral de insanidade.

De qualquer forma, o importante é notar que Josiane é uma personagem impossível de interpretar corretamente. Uma equação para além de qualquer matemática, uma sequência desordenada de ações e emoções, quase como uma síncope em forma de folhetim. Por mim, tudo bem.

Mesmo com todas as dificuldades, a atriz Agatha Moreira conseguiu dar uma dignidade impensável ao desafio. Concordo quando ela diz que é um ponto de virada em sua carreira.

Jô é uma personagem desprovida de qualquer nexo, que se rendeu aos piores pecados por motivos que jamais serão suficientemente claros, pois a novela de Walcyr Carrasco foi produzida apenas para criar emoções primitivas no telespectador.

Ao sair maior do que entrou em uma tour de force dessas, Moreira mostra que realmente merece nota 10 —e certamente terá um futuro brilhante pela frente.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Chico Barney