PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Chico Barney


Do Miss Bumbum a astro da Globo: Só deu Kaysar Dadour em 2019

A Kaysar o que é de Kaysar - Estevam Avellar/Globo
A Kaysar o que é de Kaysar Imagem: Estevam Avellar/Globo
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

30/12/2019 17h45

Resumo da notícia

  • Kaysar é um dos poucos brasileiros (ele agora tem cidadania) que não podem se queixar de 2019.
  • Fez novela, fez filme... E ganhou dois prêmios no Domingão do Faustão.
  • Com carisma e popularidade, emplacou de vez como astro da Globo. O que mais virá a seguir?

Quando o BBB 18 terminou, as coisas pareciam promissoras para o segundo colocado, Kaysar Dadour. Mas nem o fã mais empolgado seria capaz de prever a quantidade de vitórias que o sírio maravilha conquistaria a partir dali.

Em novembro do ano passado, tive a oportunidade de conhecê-lo nos bastidores do concurso Miss Bumbum, que participei como jurado. Sempre muito simpático, parecia feliz com a oportunidade de servir como uma espécie de mestre de cerimônias do evento. Tanto carisma fez com que se tornasse até mais requisitado para fotos do que algumas candidatas.

Era um prenúncio de que coisas boas aconteceriam nos meses a seguir. Logo conquistou uma vaga como ator da Globo, se tornando um dos principais nomes da novela Órfãos da Terra e até do filme baseado na série Carcereiros. A ausência de maior proficiência no manejo da língua portuguesa foi facilmente contornado: ambos os personagens eram estrangeiros.

Mesmo esbanjando uma certa canastrice, foi elogiado pelos colegas e festejado pelos fãs. O carisma acaba obliterando, em partes, a falta de experiência e as dificuldades técnicas de quem está começando agora. Ganhou até o Troféu Melhores do Ano como ator revelação.

Na consolidação de sua persona como astro da TV, Kaysar ainda participou do quadro Dança dos Famosos, um verdadeiro clássico das tardes de domingo sob comando do Faustão. Mais do que isso, foi consagrado como grande vitorioso, ainda que sob protestos de segmentos mais razoáveis da sociedade. Há quem diga que a atriz Dandara Mariana merecia o prêmio, mas foi prejudicada pela implicante torcida virtual de Dadour.

Mas agora tanto faz: ao lado da bailarina Mayara Araújo, a quem Fausto Silva se refere costumeiramente como 'Madonna de Nilópolis', o sírio maravilha empolgou a audiência e já pode dizer que faz oficialmente parte do panteão global. A fama foi para além dos rincões de reality shows, chegando ao mais tradicional e importante programa de variedades do Brasil.

Resta saber o que Kaysar fará com tudo isso em 2020. Caso tenha interesse em seguir como ator, ainda existe a importante barreira da língua para que consiga assumir papéis mais diversificados. Com tanta popularidade e alguma força de vontade, não deve encontrar dificuldades para continuar emplacando bons trabalhos.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Chico Barney