PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Chico Barney


Se Joga prefere brincar com cobra e desperdiça boa pauta com Nego do Borel

"Tenho que ir... vou fazer uma cena com a cobra" - Reprodução
"Tenho que ir... vou fazer uma cena com a cobra" Imagem: Reprodução
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

15/01/2020 16h36

Resumo da notícia

  • Nego do Borel aproveitou a participação no Se Joga para esclarecer uma confusão.
  • O cantor não apareceu para fazer um show em aniversário de 15 anos no Rio de Janeiro.
  • O programa não viu muita vantagem na pauta e preferiu brincar com uma cobra.

O programa Se Joga continua em sua divertida campanha para fazer as pessoas sentirem saudades do macambúzio Vídeo Show. O almanaque diário apresentado em jogral por Fernanda Gentil, Érico Brás e Fabiana Karla ainda não se encontrou.

Na pauta desta quarta-feira, um jogo com participantes da primeira temporada do BBB, o tradicional quadro de spoilers dos capítulos que serão exibidos hoje nas novelas da casa e uma participação especial do cantor Nego do Borel.

Depois de entoar a primeira canção, o astro pop fez questão de esclarecer uma "confusão". Quem acompanha a carreira do artista sabe que esclarecer confusões é uma das suas práticas mais recorrentes.

Érico introduziu a questão com a falta de naturalidade que lhe é peculiar. "Queria saber um negócio. Publicaram que você foi contratado para fazer um show de 15 anos e não chegou. Você quer explicar um pouco sobre isso?"

Segundo o cantor, ele sairia de um evento em São Paulo direto para o Rio, onde a apresentação começaria à 1 da manhã, mas alega que o jato jamais chegou em Guarulhos para buscá-lo.

Uma empresa faz o meio de campo entre o escritório do cantor e a organização desse tipo de festa, mas Nego do Borel não conseguiu falar diretamente com a fã frustrada. "Eu não consegui ter o contato com a mãe, com a família da menina, mas eu queria muito me desculpar, muito ter o contato, eles estão na razão deles. Entendo eles, que estão muito chateados, queria aqui me desculpar", falou.

"Não sei também se ela vai assistir, se vai chegar nela. Mas eu queria me desculpar...", continuou, sem citar os nomes dos envolvidos. Érico Brás foi otimista: "Não tenha dúvida que essa mensagem vai chegar nela, o Se Joga também cumpre essa missão."

Imaginei que o resto do episódio de hoje seria um palpitante encontro entre fã e ídolo, com o Se Joga promovendo as pazes entre as partes. Ledo engano. Os minutos seguintes foram preenchidos com um reel das melhores atuações do Nego do Borel na Globo, fazendo o povo lembrar que aquela versão pós-distópica dos Trapalhões não foi um delírio coletivo, e uma brincadeira que consistia em fazê-lo encarar seu maior medo, a interação com cobras.

Pelo menos o programa acabou logo depois disso, mas o filme na Sessão da Tarde infelizmente era As Viagens de Gulliver com Jack Black.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Chico Barney