PUBLICIDADE
Topo

BBB 20: Disposto a errar, Lucas se sacrifica em nome do entretenimento

PURO VACILO - Reprodução/Globoplay
PURO VACILO Imagem: Reprodução/Globoplay
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Colunista do UOL

16/02/2020 11h45

ATÉ ONDE VAI A SUA FÉ

Tenho muita curiosidade para saber como seria o desenrolar das tramas do BBB 20 se os participantes não precisassem passar pelo crivo popular.

Basta ver como é caótica a rotina no De Férias Com o Ex, reality da MTV em que o público não dá pitaco. As máscaras caem com mais facilidade e conseguimos observar com precisão quem são e como pensam aquelas pessoas.

Já o BBB força um jogo duplo. Além de trabalhar as relações dentro da casa, o cidadão ainda precisa criar narrativas que possam render na versão editada do dia, criando uma conexão com o telespectador. Boa parte do caminho é aleatória, mas existe método.

SOBRE PLANTAS E PARABÓLICAS

A temporada conta com um elenco muito consciente das alavancas necessárias para esse jogo com a audiência. Pyong e Manu são craques. Gabi faz ideia, mas falha na execução. Quase todo o resto ainda está tateando alternativas.

Mas dois elementos se destacam na completa incapacidade de fazer essa ponte com quem está assistindo: Felipera Trainspotting, o popular Prior, e Lucas Bozena. Mimados e imaturos, não conseguem ir muito além dos próprios umbigos. E nem fazem questão.

O ESPIÃO QUE VEIO DO FRIO

Estão especialmente furiosos com Daniel, que entrou cheio de informações externas. Foi o Salsicha Orgastic quem revelou que o público não estava gostando deles. E não se contentou em ser apenas o mensageiro. Rapidamente se alinhou ao bloco hegemônico liderado por Marcela, que é com quem está tentando firmar um relacionamento para lá de forçado.

COMIDA É PASTO

Com o jeitinho encantador de pinscher revoltado, Prior consegue angariar alguma simpatia pelo próprio carisma. Mas Lucas não tem a mesma sorte. Sisudo, resolveu investir em uma tática das mais cretinas. Está fazendo o possível para prejudicar o grupo do qual é antagonista. Não doou nenhuma estaleca para a compra de comida e declarou que não acharia ruim alguém pedir para sair por não ter o que comer.

A ERA DOS EXTREMOS

É evidente que Lucas está errado sob o ponto de vista ético e moral. E é muito curioso que ele tenha decidido radicalizar por motivos tão frouxos. Mas como não apreciar a disposição de cometer atitudes bizarras no BBB?

Por medo do julgamento do público, os participantes tentam esconder seus desvios menos reluzentes. O sujeito nada contra a corrente. Marrento e infantil, acha que é justificado pela competitividade. Não é. E justamente por isso será uma pena sua inevitável eliminação essa semana.

O programa fica mais divertido com gente disposta a errar. Lucas se sacrificou em nome dos nossos momentos de lazer.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Chico Barney