PUBLICIDADE
Topo

Cheio de falhas, mas valente: Prior parece um herói da Marvel no BBB 20

Chega de bandido pra prender / de bala perdida pra deter...  - Reprodução / Internet
Chega de bandido pra prender / de bala perdida pra deter... Imagem: Reprodução / Internet
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Colunista do UOL

30/03/2020 19h19

A Marvel revolucionou os quadrinhos mundiais quando apresentou ao público super-heróis humanos, demasiadamente humanos. Desde os primórdios da nona arte, os protagonistas eram seres infalíveis. Belos e morais, enfrentavam o perigo com um sorriso no rosto e a certeza inabalável dos detentores da razão.

O surgimento do Homem-Aranha foi especialmente revolucionário nesse sentido. O jovem rapaz criado por Stan Lee e Steve Ditko era um idiota. Logo que foi mordido pela aranha radioativa que lhe concedeu estranhos poderes, decidiu usar tal vantagem para brilhar como astro da luta-livre.

Em dado momento, deixou um batedor de carteiras fugir, apesar dos apelos de ajuda da polícia. Quis o destino que o mesmo bandido fosse responsável pelo assassinato do famoso Tio Ben, o homem que cunharia a famosa frase "com grandes poderes, vem grandes responsabilidades".

Mas o ponto central aqui é o seguinte: antes da tragédia acontecer, Peter Parker era um babaca. Assim como Tony Stark, o Homem de Ferro, um inveterado mulherengo, também muito chegado em uns gorós a mais. E praticamente todos os outros personagens de primeira linha da Casa das Ideias.

A cretinice é um ponto de partida para o sucesso que atravessa décadas, pois é o que gera uma identificação imediata com a vida do cidadão comum. Não somos particularmente extraordinários. Mesmo procurando acertar, nem sempre conseguimos entender no que estamos errando.

Analisando dessa forma, é fácil compreender a popularidade de Felipe Prior no BBB 20. Cheio de falhas, nunca fingiu ser perfeito. Muito pelo contrário. E foi assim que, junto com Babu, se colocou como antagonista do Bloco Hegemônico.

Imagine que o grupo foi formado por pessoas autodenominadas fadas sensatas. Nada pode ser menos Marvel que isso. A turma de Marcela, Manu e companhia parece de personagens saídos de gibis antiquados, em que o bem e o mal não conheciam tons de cinza.

Pelo menos na indústria bilionária do entretenimento, é um perfil que caiu em desgraça.

Felipe Prior compensa os aspectos mais frágeis de sua personalidade com uma capacidade sobre-humana para movimentar o jogo. Fazendo apostas ousadas, quase sempre kamikazes, ele foi o BBB 20 até aqui. Que jornada divertida.

Se cair fora no paredão de terça-feira, o auge do programa terá ficado no passado. Eis outro problema dos heróis que vacilam: nem sempre chegam até o final das próprias histórias.

SEGUE O FIO

Mauricio Stycer, Fefito e este que vos escreve debatem o Paredão do BIlhão: quem vai sair vitorioso na disputa entre Felipe e Manu? Veja no episódio dessa semana do programa BBB - A Thread. Fiz questão de homenagear a cantora com a decoração do meu cenário.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Chico Barney