PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Chico Barney


O país nessa situação e o Roda Viva entrevistando o Lobão?

Roda Viva entrevista o cantor Lobão - reprodução/TV Cultura
Roda Viva entrevista o cantor Lobão Imagem: reprodução/TV Cultura
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Colunista do UOL

02/06/2020 17h03

Sou um grande entusiasta do cantor e compositor João Luiz Woerdenbag Filho, o popular Lobão. Considero seu Acústico MTV uma das melhores realizações do formato, não por acaso vencedor de um Grammy Latino em 2007.

Sempre envolto em polêmicas, denunciava uma espécie de maçonaria de artistas da MPB que impediam que ele próprio alcançasse maior relevância nas paradas. Não chega a causar espanto, dada sua relação com Caetano Veloso e Chico Buarque, que tenha até se aproximado de Olavo de Carvalho por um tempo, o senhor de todas as obsessões paranoicas.

Mas fato é que além da profícua carreira musical, Lobão também se tornou um bem-sucedido comentarista político. Foi uma voz eloquente durante a queda de Dilma e também na ascensão de Bolsonaro. E um dos primeiros a pular fora do barco em 2019, logo após a posse do novo presidente.

Nem sempre coerente e um pouquinho falastrão, sua persona digital influencer é mais próxima de figuras pitorescas como a Narcisa Tamborindeguy ou o Cabeção da Malhação. Puro folclore. Mas é admirável notar que é tratado como o mesmo respeito normalmente reservado a luminares do pensamento nacional.

Foi estranho vê-lo no centro da Roda Viva desta semana. Com tanta coisa importante acontecendo no país e no mundo, o que Lobão teria de relevante para falar na atual conjuntura, em um dos programas mais prestigiados da nossa política?

Mas sou plenamente a favor desse tipo de alívio. Estamos em uma sequência muito intensa de acontecimentos graves, um constante estado de alerta. Que grande oportunidade respirar um pouco e prestigiar sem compromisso todas as idiossincrasias do autor de sucessos como Decadence Avec Elegance, Essa Noite Não e Chorando no Campo.

Eu mesmo entrevistei o Felipe Dylon na semana passada e foi uma pegada muito bacana. É ótimo saber que todo mundo tem algo a dizer a respeito do atual momento.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Chico Barney