PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Chico Barney


Autor de Batman acusa colega de pertencer a grupo de ódio, mas era engano

Tom King escreve gibis - Reprodução
Tom King escreve gibis Imagem: Reprodução
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Colunista do UOL

25/07/2020 13h17

Bafafá no mundinho pantanoso dos famosos autores de quadrinhos norte-americanos! A bola da vez foi Tom King, um dos principais astros do mercado, responsável por trabalhos elogiadíssimos com personagens como Batman e Senhor Milagre na DC e Visão na Marvel.

O escritor está se preparando para lançar um gibi protagonizado pelo Rorscharch, aquele cidadão um tanto quanto iconoclasta de Watchmen, clássico de Alan Moore que virou minissérie da HBO no ano passado.

Pois muito que bem: King foi ao Twitter desabafar a respeito de uma medida da DC Comics, responsável pelo título. O rapaz estava desgostoso com uma capa alternativa da primeira edição, desenhada pelo artista convidado Jae Lee.

É uma prática comum aos grandes lançamentos. Para conquistar o bolso dos fãs mais birutas, as editoras colocam à venda várias capas com artes de diferentes ilustradores, apostando que os entusiastas vão adquirir mais de uma cópia para completar a coleção. Ou seja, Lee não está diretamente envolvido no projeto, apenas na peça caça-níquel em questão.

"A DC lançou hoje uma capa alternativa para Roscharch desenhada por Jae Lee, que também fez capas para a ComicsGate, um grupo de ódio", acusou o autor. "A DC não consulta os criadores em capas alternativas. Entrei em contato com eles para expressar minha profunda decepção."

A mensagem causou o maior furdunço. O tal do ComicsGate é composto por alguns artistas reacionários que lutam contra a retratação da diversidade nas histórias em quadrinhos.

Ou seja, aquela galera xarope que fica magoada quando surge uma heroína muçulmana como Kamala Khan e também diz que teve as memórias de infância arruinadas quando a Marvel revelou que o Homem de Gelo dos X-Men é gay.

Muita gente ficou surpresa com a acusação de que Jae Lee, decano responsável por obras brilhantes nas principais editoras, seria um radical. No final das contas, Tom King, que já trabalhou na CIA, estava muito mal informado.

"Eu falei com o Jae. Ele não usa o Twitter, sequer sabia que ComicsGate existe e não apoia nenhum tipo de ódio", retratou-se. "Estamos bem. Melhor resultado possível."

Na pressa para demonstrar suas virtudes, o nobre autor acabou causando uma confusão desnecessária. Mas a divulgação da minissérie do Roscharch vem fortíssima! A primeira edição será lançada no meio de outubro.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Chico Barney