PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Fefito


Gugu vai virar personagem em série sobre Silvio Santos

Pablo Sanábio dará vida a Gugu Liberato em série da Fox - Reprodução
Pablo Sanábio dará vida a Gugu Liberato em série da Fox Imagem: Reprodução
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

18/06/2020 15h58

Resumo da notícia

  • Apresentador será vivido por Pablo Sanábio, atualmente na reprise de "Totalmente Demais"
  • Série da Fox mostrará o começo da relação pessoal e profissional de Silvio Santos e Gugu
  • Previsto para ir ao ar em dezembro, por causa dos 90 anos de Silvio, seriado deve ser adiado por causa da pandemia

Gugu Liberato, morto em novembro do ano passado após um acidente doméstico, vai virar personagem na série que Fox prepara sobre a vida de Silvio Santos. A trajetória do apresentador será contada, especialmente o começo de sua carreira, quando ganhou trabalho após enviar cartas para o homem do Baú dando sugestões de programação e também quando foi promovido a apresentador do SBT.

A saída do apresentador para a Record também deve ser citada no seriado, que terá produção da Gullane.

O papel de Gugu caberá a Pablo Sanábio, que atualmente pode ser visto na reprise de "Totalmente Demais", na Globo, no papel de Max. O ator tem ainda no currículo novelas como "O Astro" e "O Rebu" e integra o elenco da série "Sob Pressão".

Como a coluna adiantou em primeira mão em março, Silvio Santos será vivido na fase jovem por Mariano Mattos Martins e na fase madura por José Rubens Chachá. A atual mulher do apresentador, Íris Abravanel, será interpretada por Leona Cavalli.

Amigos do dono do SBT também estarão na história. Wagner Santisteban ficou com o papel de Jassa, melhor amigo de Silvio. Já Thiago Adorno viverá Roni Rios, famoso por ter interpretado a Velha Surda, de "A Praça É Nossa".

Inicialmente prevista para estrear em dezembro, por ocasião dos 90 anos de Silvio Santos, a produção corre o risco de ser adiada por causa do atraso na agenda. As gravações foram suspensas em decorrência da pandemia do coronavírus.

Fefito