PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Fefito


Apresentador da Cultura vira vilão galã em 'Coisa Mais Linda', da Netflix

Kiko Bertholini, vilão da segunda temporada de "Coisa Mais Linda", da Netflix - João Bertholini/Divulgação
Kiko Bertholini, vilão da segunda temporada de "Coisa Mais Linda", da Netflix Imagem: João Bertholini/Divulgação
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

20/06/2020 13h34

Resumo da notícia

  • Apresentador do 'Café Filosófico' entra na série como ex-marido de Maria Casadevall
  • Irmão do estilista Dudu Bertholini, o ator já trabalhou com nomes como Raul Cortez e Jô Soares
  • Na série, Kiko interpreta um homem machista e misógino

Quem assistiu aos primeiros episódios da segunda temporada de "Coisa Mais Linda" viu um rosto conhecido adicionado ao elenco. Conhecido por apresentar o "Café Filosófico", da TV Cultura, Kiko Bertholini entra na série como Pedro, marido que havia abandonado Malu, protagonista vivida por Maria Casadevall.

Se no programa da televisão o ator aparece equilibrado e sensato, no seriado ele assusta pelo cinismo e vilanice. "No 'Café Filosófico' não tem personagem. Sou eu, Kiko, como apresentador e como cidadão pensante, refletindo sobre o que está acontecendo hoje, agora. O Pedro da série é o retrato de um homem antigo, misógino, racista que não cabe mais nos dias de hoje. Tanto que Malu e todas as mulheres incrivelmente modernas do seriado não demoram muito pra perceber isso", afirma o galã, que já foi visto no cinema em filmes como "Quando Era Vivo" e "Carmo".

Kiko Bertholini em cena com Pathy Dejesus, em "Coisa Mais Linda" - Divulgação/Netflix - Divulgação/Netflix
Kiko Bertholini em cena com Pathy Dejesus, em "Coisa Mais Linda"
Imagem: Divulgação/Netflix

Para Kiko, entrar em "Coisa Mais Linda" foi um desafio: "Acho que quando você entra num produto que já é um sucesso, a sensação de responsabilidade é ainda maior. A primeira temporada deu muito certo, e, hoje, eles têm uma legião de fãs fiéis à série. E o Pedro é muito aguardado (e já odiado) desde a primeira temporada, antes mesmo de aparecer. Então é uma grande responsabilidade, mas um prazer enorme também, por ser um personagem tão complexo e bem escrito".

Com longa carreira no teatro, onde já contracenou com Raul Cortez e foi dirigido por Jô Soares, o ator pertence a uma família de famosos. Seu irmão é Dudu Bertholini, um dos estilistas mais conhecidos do país e figura carimbada em programas da Globo. "Olha, na verdade famoso mesmo é meu irmão. Eu to humildemente construindo minha carreira, tijolo por tijolo. E com certeza o 'Coisa Mais Linda' é um tijolão na minha pilha!", afirma, modesto. "Mas meu irmão é meu grande companheiro e confidente, com quem divido todas as minhas crises, angústias, sucessos e alegrias. Não poderia pedir um irmão melhor! Dei muita sorte com a família que eu vim nessa vida."

Fefito