PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Fefito


'Piada' de Bruno com Flávia Viana mostra que famosos não sabem se desculpar

Flávia Viana e o sertanejo Bruno em live: constrangimento e desculpa meia-boca - Reprodução
Flávia Viana e o sertanejo Bruno em live: constrangimento e desculpa meia-boca Imagem: Reprodução
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

05/07/2020 18h01

Resumo da notícia

  • Sertanejo chegou a perguntar se apresentadora sabia quem era o pai da criança que ela espera
  • Campeã de "A Fazenda" afirmou ter ficado constrangida com as brincadeiras
  • Bruno se desculpou reclamando que "ninguém pode falar mais nada"

Campeã de "A Fazenda" há dois anos, Flávia Viana, grávida, virou alvo de "piadas" de péssimo gosto de Bruno, da dupla com Marrone., enquanto apresentava um live dos cantores. Ao saber que ela espera um bebê, o sertanejo disse que "chegou atrasado". Depois, tentou comparar as barrigas de costas. Depois pediu para virar de frente e foi diretamente rechaçado pela influenciadora, que mandou ele voltar para o palco.

Bruno, no entanto, insistiu: "Não vai encostar, barriga com barriga. Os órgãos sexuais não se encostam porque a barriga não deixar". Flávia respondeu: "Mas não vai encostar mesmo". Teve de ouvir um "Larga de ser boba" do cantor.

Não satisfeito com o constrangimento, Bruno achou que seria engraçado perguntar à apresentadora se ela conhece o pai da criança que espera. "Você está ficando maluco? Abusado aqui o menino. Para de ser louco", respondeu Flávia, enquanto citava Marcelo Zangrandi, seu marido. O sertanejo insistiu: "Fiquei sabendo de alguns DNAs aí que as pessoas fizeram. Uns 10 ou 15".

Questionada nas redes sociais, Flávia desabafou: "Sou muito fã do trabalho do Bruno & Marrone, mas foi desconfortável sim. Sim, fiquei constrangida. Sim, conheço o pai do meu filho. Não, não precisei fazer 15 DNAs pra saber quem é o pai", escreveu. "Tentei rir e me sair da melhor forma possível, por respeito também à dupla que eu admiro. (...) Certos tipos de brincadeira não são engraçados. (...) No fim da live ele se desculpou, acredito que viu que exagerou. Espero que isso sirva para que tanto ele reflita. A palavra lançada não volta e pode constranger, machucar".

A esperada reflexão, pelo visto, não ocorreu. Em vídeo no Instagram Bruno disse: "A gente não pode falar nada brincando que as pessoas interpretam para o outro lado, só veem o lado negativo. Não falei nada, só brinquei com ela. Não queria magoar você, nem sua família, nem seu filho. Também tenho filho de outra mãe que eu amo demais e respeito todo mundo. Não fiz de maldade não. Era só uma brincadeira".

O cantor ainda completou: "Ia oferecer um chá, sem maldade. Nem sei o que eu fiz. Se ofendi foi sem querer, se errei peço desculpa. Foi só uma brincadeira".

O que o caso mostra é que muitos famosos brasileiros não só não sabem o limite de uma brincadeira e se acham acima de críticas, como não aprenderam a pedir desculpas. As "piadas" de Bruno passaram do limite em muitos momentos. Como ele mesmo afirmou que não sabe o que fez, a coluna explica alguns pontos.

Ao questionar a mãe de uma criança sobre a identidade do pai insinuando que ela não conhece e citando a necessidade de mais de uma dezena de exames de DNA, o que se faz é um julgamento cruel. Em outras palavras, você pressupõe promiscuidade. E isso, para mulheres, está longe de ser um elogio - ao contrário do que ocorre com homens ou cantores com famas de pegador.

Ao ignorar que a apresentadora disse não e citar órgãos sexuais para uma mulher grávida numa brincadeira aparentemente "ingênua", o que se assume é que a inocência passou longe. Havia ironia na "brincadeira".

Por fim: Flávia afirmou que se sentiu constrangida e, portanto, ofendida pelo ocorrido. Frases como "Se ofendi foi sem querer, se errei peço desculpa" só mostram que quem diz isso não acha motivo para se desculpar. Quem quer compensar pelo próprio erro o faz diretamente. Usar uma frase como "Desculpa por ter te ofendido" é um ótimo começo e mostra consciência sobre o próprio ato.

Quando só uma parte ri na brincadeira, ela não é divertida para todos. E está na hora de Bruno aprender essa lição e levá-la para a vida. Famosos também precisam de limites. E precisam aprender que o tempo deles é hoje e mulheres merecem respeito. Que Flávia tenha tranquilidade em sua gravidez e em seus próximos trabalhos.

Fefito