Coluna

Flávio Ricco

Atraso da GFK na divulgação de dados oficias intriga mercado

Divulgação
Imagem: Divulgação
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

11/01/2016 07h00

Perguntar não ofende: e a GFK? Está estranho ou não está? O que deveria acontecer em 2015 - a divulgação dos primeiros números oficiais, ainda não aconteceu. O ano foi em frente e até agora nada. Os mercados TV e publicitário ainda procuram entender as razões de tamanha demora. Tem muito executivo intrigado.

Apesar de Record, Rede TV! e SBT serem as únicas emissoras a assinar contrato com a GFK, o assunto interessa a todas e a todos - e por aí se inclui o concorrente Ibope.

Nem mesmo outra pessoa foi colocada no lugar do Ricardo Monteiro, que deixou a direção-geral GFK no começo de novembro passado. Tudo muito esquisito. Este, diria o Carlos Heitor Cony, é outro mistério igual ao sumiço dos ossos da Dana de Teffé.

Enquanto isso, observa-se que Fabio Wajngarten, do Controle da Concorrência e pessoa ligada à GFK, continua colocando números em seu twitter.

Ele vem fazendo isto já há alguns dias. Só não sei se são dados já auditados ou não.

Considerando os números colocados pelo titular do Controle da Concorrência, verifica-se que a líder Globo, a exemplo do Ibope, está bem na frente das demais.

E que a Record, em vários horários, ocupa folgada segunda colocação em relação ao concorrente SBT. Números de Band, Rede TV! e Cultura continuam bem insignificantes.

Colaborou José Carlos Nery 

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo