TV e Famosos

Gugu exibe entrevista exclusiva com mãe de neto de Chico Anysio

Divulgação/Record
Brita Brazil, mãe de Rian Brito, é entrevistada no programa "Gugu" Imagem: Divulgação/Record
Arte/UOL
Flávio RiccoFlávio Ricco*

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL

09/03/2016 12h16

O programa de Gugu Liberato na TV Record vai mostrar nesta quarta-feira (9) uma entrevista exclusiva com a atriz Brita Brazil, mãe de Rian Brito, neto de Chico Anysio que foi encontrado morto na última quinta em Quissamã, no Rio de Janeiro. O trabalho foi realizado pela jornalista Thatiana Brasil.

Reprodução/Facebook/brita.brazil
Brita Brazil e o filho Rian Imagem: Reprodução/Facebook/brita.brazil

Segundo informações de bastidor, uma equipe do “Fantástico”, da Globo, vinha tentando realizar uma entrevista com a mãe de Rian, mas o pessoal do Gugu conseguiu se antecipar.

Na entrevista, Brita disse que acreditava que o desparecimento do filho fosse fruto de um sequestro. "Nunca pensei que era a fuga dele, assim proposital. O tempo todo achei que ele fosse acuado por um sequestro, qualquer coisa que envolvesse banco".

Brita ainda aproveitou para pedir desculpas à atriz Leona Cavalli. Ela acusou Leona de levar Rian para uma seita, chamada Centro de Estudos Xamânicos Porta do Sol fundada pela atriz de "Totalmente Demais", e que, segundo Brita, fornece chás alucinógenos.

Logo após saber da morte de Rian, a mãe disse que depois que o filho começou a frequentar o local, ele passou a ser mais introspectivo. "Peço desculpas a você, Leona, porque eu não pensei no resultado disso. Ela pode até me processar, à vontade, eu não vou ter advogado". Pelas redes sociais, Leona afirmou que Rian frequentou o centro em 2014 e que, uma das vezes, estava acompanhado pela mãe. O jovem teria consumido ayahuasca nos rituais. 

Rian Brito de Oliveira de Paula tinha 25 anos, cursava Produção Musical em uma faculdade particular do Rio e desapareceu após ter sido deixado pela mãe em uma autoescola no bairro de São Conrado, zona sul do Rio de Janeiro. O velório aconteceu no último domingo. 

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo