PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Flávio Ricco

Globo investe em tecnologia na transmissão dos Jogos Olímpicos

Mesa tática usada nas transmissões de futebol, na Globo - Reprodução/TV Globo
Mesa tática usada nas transmissões de futebol, na Globo Imagem: Reprodução/TV Globo
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

*Colunista do UOL

18/05/2016 07h01

Além de movimentar a maior delegação de profissionais na cobertura da Olimpíada – mais de 2000, a Globo também fará um investimento muito forte na área de tecnologia, voltada para este evento, que se dará no Rio de Janeiro entre 5 e 21 de agosto.

A tradicional mesa tática, utilizada nas transmissões de futebol, terá versões especiais para o vôlei, basquete, handebol, vôlei de praia e natação, dotadas de ferramentas para explicar cada lance, determinada jogada e a estratégia das equipes.

A do futebol irá um pouco além, permitindo ao comentarista a "jogabilidade", como passar a bola e criar jogadas, que teoricamente poderiam resultar em gol.

A tela de projeções holográficas das mesas dará mais destaque aos jogadores virtuais, em suas poses e reações, fazendo com que o público entenda melhor o que se passa no campo de jogo.

E tem mais

Outra novidade que a Globo vai estrear nos Jogos Olímpicos é a primeira Unidade Móvel com tecnologia 4KIP do mundo.

Equipada com recursos que oferecem máxima qualidade de imagem e dotada de infraestrutura ágil e eficiente, essa UM poderá ser utilizada em variados tipos de produções ao vivo, como shows e eventos esportivos.

Detalhe

Esta UM, com tecnologia 4KIP, será utilizada especialmente nas transmissões do vôlei, no Maracanãzinho, que serão gerados pela Globo.

Trata-se de um projeto desenvolvido Tecnologia da emissora em parceria com a Sony e Image.

Primeiro nome

Rosana Hermann, competente e figura das mais respeitadas deste meio, puxa fila dos contratados para o programa do Fábio Porchat na Record.

Ela, pela produtora Floresta, já estava trabalhando com ele no “Tudo pela Audiência”.

Detalhe

Sobre este mesmo programa do Porchat cabe salientar que ele ainda não tem um diretor responsável.

Aliás, este é um assunto que a Record terá que resolver. A Eyeworks só será responsável pela produção e realização.


Atenção em cima

É bom ficar ligado porque, embora com os desmentidos de praxe, existe sim um entrevero comprometendo a boa ordem dos trabalhos da série "Mamonas Assassinas". 

Está tudo um tanto parado porque existem pessoas querendo atravancar o seu caminho.

Importante destacar

A Record, na parte que cabe a ela, pagou pelos direitos e tem as autorizações dos familiares diretos para desenvolver uma obra de ficção inspirada em fatos reais.

Não se trata de documentário ou reportagem. Havendo necessidade, poderá ser feito um ou outro ajuste à sua narrativa. O problema, segundo se informa, são os interessados de ocasião.

Desce a escada

A sede da Rede TV - Rio vai mudar de local. Continuará na Torre Rio Sul, em Botafogo, só que dois andares abaixo.

O motivo? O alto valor do aluguel. De cerca de 200 mil reais por mês nas antigas instalações para 60 mil.

Brechó 

Sandra Annenberg convida para um piquenique no "Como Será?" - Divulgação - Divulgação
Sandra Annenberg convida para um piquenique no "Como Será?" do próximo sábado. O traje de época, com sobressaia de renda, chapéu, bolsa e um camafeu, foi garimpado em brechó.
Imagem: Divulgação

Preocupação

A direção da Bandeirantes tem que buscar soluções rápidas para alguns dos seus maiores problemas.

O grande entrave, no entender da maioria, é a quase paralisação completa da sua linha de produção. Quase não existe o que vender para aumentar a receita.

"X" da questão

Nada foi feito, por exemplo, para substituir o produto futebol nas tardes do domingo.

Para suprir o espaço deixado pelas suas transmissões foram colocados desenhos dos Simpsons como tapa-buraco e sem nenhuma força comercial. Assim fica difícil.

Trambiqueira

Depois de "A Regra do Jogo", Júlia Rabello, acertou com a Globo para atuar em "Sonha Comigo", novela musical de Maria Helena Nascimento que vai substituir "Haja Coração" a partir de novembro.

Ela fará Marisa, uma vilã e trambiqueira nesta produção que também reunirá Alinne Moraes, Nathalia Dill, Vladimir Brichta, Viviane Araújo e João Vicente de Castro.

As gravações começam em agosto.

Bate – Rebate

• Esportivos da Band, entenda-se "Jogo Aberto" e "Donos da Bola", passam a investir mais na Liga dos Campeões e Eurocopa...
• ...Encher a bola do Brasileiro é encher a bola da concorrente. Melhor não. 
• "Liberdade, Liberdade" é a prova que um produto bem feito emplaca em qualquer horário, seja de época, como é o caso, ou atual, como foi "Verdades Secretas".
• Record espera marcas no mínimo 15 pontos com as exibições de "Escrava Mãe"...
• ... É o que "Os Dez Mandamentos" tem atingido, atualmente.
• No mês em que completa oito anos de Record News e 15 anos no ar, o "Economia & Negócios", de Fátima Turci, volta aos estúdios da Record na Barra Funda com um cenário totalmente virtual...
• ... No dia 23, a jornalista entrevista o ex-presidente do Banco Central, Gustavo Loyola, para falar sobre o atual momento político e econômico do Brasil.
• Mariana Ximenes gravará com Cláudia Raia durante o musical "Raia 30", em São Paulo, para "Haja Coração"...
• ...E o cantor Péricles também entra na trilha sonora desta próxima das sete.
• A equipe de "Justiça", série em gravação no Recife, aguarda Marina Ruy Barbosa para trabalhar o visual da sua personagem.
• Marina fará cenas, estúdio e externa, apenas no Rio de Janeiro.
    
C’est fini

No próximo sábado, haverá mais uma edição do "Ação Global" com apoio da Globo em todos os estados e no Distrito Federal. Em São Paulo, a estrutura será montada em Santo André e contará com a participação de Regiane Alves, Fiuk e Leopoldo Pacheco.

Em 2015, o "Ação Global" realizou mais de 1,2 milhão de atendimentos em todo o país.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

* Colaboração de José Carlos Nery
 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flávio Ricco