Funcionários da Record sofrem e se queixam com a falta de segurança

Flávio Ricco

Flávio Ricco

Colunista do UOL*
  • Leo Drummond/Folhapress

    Registros policiais são frequentes entre funcionários da Record

    Registros policiais são frequentes entre funcionários da Record

Pessoal da Record, em São Paulo, está sofrendo com a falta de policiamento na rua da Várzea, onde a emissora está instalada, e em toda aquela região da Barra Funda.

Dia desses, um funcionário foi sequestrado pela manhã e só reapareceu de noite, com todas as suas contas esvaziadas.

Natural que a segurança da Record é responsável apenas pela área interna da emissora, mas todas as reclamações feitas ao comando da região até agora não surtiram efeito.

Pavor instalado, principalmente entre o pessoal da técnica e jornalismo que faz horários não muito comuns.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra

Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. Email: colunaflavioricco@uol.com.br.

UOL Cursos Online

Todos os cursos