Topo

Coluna

Flávio Ricco

Série sobre apresentador que encomendava crimes é gravada em Belém

Rafael Cusato e Sameul Chaves/Brazil News
Personagem de Fontes encomenda crimes para dar audiência a programa Imagem: Rafael Cusato e Sameul Chaves/Brazil News
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

30/06/2016 07h00

Depois de São Paulo, as gravações da série policial “A Lei”, que será exibida no canal Space em 2017, estão acontecendo agora em Belém e vão se estender na região até o fim de julho.

No elenco estão Guilherme Fontes, Adriano Garib, Mel Lisboa, André Ramiro e Gracindo Júnior. Nas locações, paisagens e locais como Parque de Utinga, Furo do Benedito e Ilha do Combu.

A série, criada pelo argentino Patrício Vega, com direção do uruguaio Adrián Caetano e do brasileiro Tomás Portella reúne dez episódios e é inspirada no caso real do ex-policial e deputado amazonense Wallace Souza, acusado de encomendar crimes para depois exibi-los em um programa de TV, comandado por ele, para aumentar a audiência.

O ex-deputado faleceu em 2010. Na história, Wallace virou Silas Campello (Guilherme Fontes), um carismático e inescrupuloso âncora de um programa de TV policial.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!