PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Flávio Ricco

Olimpíada faz Galvão Bueno se submeter a um desnecessário desgaste

Garganta do Galvão pode não aguentar até o fim da Olimpíada - Reprodução/TV Globo
Garganta do Galvão pode não aguentar até o fim da Olimpíada Imagem: Reprodução/TV Globo
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

17/08/2016 07h00

A garganta do Galvão Bueno, em suas mais recentes participações, tem apresentado sinais visíveis de desgaste. Difícil saber como vai chegar até domingo.

Então por que não poupar um pouco e se preservar para momentos em que a sua presença é indispensável?

A Globo tem um grupo de narradores perfeitamente capazes de fazer frente a todas as necessidades, o que torna dispensável essa onipresença do Galvão. Entre outros, Cléber Machado, em sua melhor Olimpíada, Luís Roberto e Rogério Corrêa.

Por exemplo: qual a necessidade da sua participação no “Jornal Nacional”?  O que ele faz ali que a Renata Vasconcellos não pode fazer?

* Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra.

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flávio Ricco