TV e Famosos

Apresentador Goulart de Andrade morre aos 83 anos em São Paulo

Colunista do UOL*

23/08/2016 09h52

O apresentador e jornalista Goulart de Andrade morreu aos 83 anos nesta terça-feira (23), no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo. Goulart estava internado havia cerca de duas semanas, mas seu estado de saúde se agravou em decorrência de problemas no sistema cardiorrespiratório e ele não resistiu.

A pedido de Goulart, seu corpo será cremado. O velório será na Assembleia Legislativa de São Paulo, a partir das 14h30, no Espaço Cultural V Centenário. 

Otávio Mesquita, que soube da morte do jornalista pela mulher dele, atribui a Goulart a sua principal inspiração. "Ele é o cara que inventou a madrugada. Quando eu resolvi ser jornalista, resolvi segui-lo e disse que um dia seria como ele. Ele falou, 'boa sorte, menino. Venha comigo'. Eu nunca mais me esqueci daquilo", afirmou Mesquita, emocionado, ao UOL.

De acordo com o apresentador do SBT, Goulart estava consciente da gravidade de seu quadro. "Desde ontem estava mal e tinha ciência de que estava partindo", disse.

Goulart iniciou a carreira na televisão no programa "Preto no Branco", na TV Rio, em 1958. Nos anos 70, trabalhou no "São Paulo Especial" e no "Globo Shell Especial", ambos apresentados pela TV Globo.

No início da década de 80 criou o programa "Plantão da Madrugada", na Globo, cujo mesmo formato foi apresentado por ele na Rede Bandeirantes com o nome de "Comando da Madrugada". 

Atualmente, ele era contratado da TV Gazeta como apresentador do programa "Vem Comigo", no qual alunos da Fundação Cásper Líbero tinham a missão de repaginar temas de reportagens de seu acervo para a linguagem atual. As TVs Record e Record News lamentaram a morte de Goulart. Em nota enviada à imprensa, destacaram que ele era "um dos maiores jornalistas do país". No canal aberto, o apresentador comandou o "Repórter Record", entre 1998 e 2000. Na Record News, apresentou o "Programa Goulart de Andrade". 

"Expressamos nossa solidariedade aos familiares e admiradores do trabalho deste profissional que fez parte da história da Rede Record e do jornalismo brasileiro", disse a emissora em comunicado.

Ele deixa a mulher, Margareth Bianchini, com quem viveu nos últimos 13 anos, três filhos, três netos e uma bisneta.

"Vem comigo"
Luiz Felipe Goulart de Andrade nasceu no Rio de Janeiro em 3 de abril de 1933. Em 61 anos de carreira, entrevistou personalidades como Jânio Quadros, Chico Buarque de Holanda, Washington Olivetto, César Camargo Mariano e Mário Covas. 
 
O jornalista, autor do bordão "vem comigo", criou sua marca registrada ao acaso, enquanto cobria um evento em uma boate. Ele falou "vem comigo" para seu inseparável cinegrafista de alcunha "Capeta", como forma de indicar um plano de sequência sem cortes por 20 minutos. "Depois na edição nós percebemos como o 'vem comigo' funcionava e mantivemos", disse Goulart no programa "Roda Viva", da TV Cultura, em 2014. 
 
Seu estilo de narração gerou o "plano sequência", utilizado posteriormente pelo "Aqui Agora", no SBT, e pelos telejornais de hard news. Ele passou pelas principais emissoras do país, como TV Tupi, TV Excelsior, TV Globo, TV Gazeta, TV Record, TV Bandeirantes e SBT. 
 
O acervo pessoal do apresentador está disponível na Sala Cinemateca, com mais de 12 mil horas de gravações do programa "Comando da Madrugada". 
 
Colaboração Felipe Pinheiro

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais TV e Famosos

Topo