Topo

Coluna

Flávio Ricco

Programas de TV não se levam a sério

Fernanda Simão /RedeTV
Luciana Gimenez Imagem: Fernanda Simão /RedeTV
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

26/09/2016 07h00

O “Fofocando”, do SBT, deve se limitar ao que veio e não tentar enveredar por outros caminhos, como aconteceu na semana passada ao receber uma vidente, de nome Evani.

Quem autorizou essa senhora a fazer, publicamente, previsões sobre o Gilberto Gil? A busca de audiência não permite ninguém a ser desrespeitoso com as pessoas.

Alguns programas precisam se levar mais a sério, até porque o preço do segundo na televisão é uma das coisas mais caras do mundo.

Também na semana passada, Luciana Gimenez passou um “Superpop” inteirinho discutindo a questão dos nudes. O dólar quase entrou em parafuso, de tanto subir e descer, naquela hora.

É um festival de futilidades que ninguém aguenta.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!