Coluna

Flávio Ricco

Saída do basquete para Band deixou Rede TV! vendida na história

CR Flamengo/Divulgação
Band agora tem os direitos de transmissão do basquete brasileiro Imagem: CR Flamengo/Divulgação
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

19/11/2016 07h00

A troca do basquete, da Rede TV! para Band, teve um bastidor dos mais desagradáveis chamado por alguns de trairagem, mas que, de qualquer forma ou denominação, poderia muito bem ser evitado.

A NBB, Novo Basquete Brasil, negociou a troca de emissora às escondidas e só anunciou o fechamento da questão depois de tudo concluído.

A Rede TV!, quando foi ver, estava vendidinha na história. Tipo da coisa que não é legal, até porque sempre tem um amanhã.

O lado bom desse troca-troca desagradável é que o esporte voltou a ocupar lugares importantes em duas redes abertas, algo que há muito tempo não se via.

O basquete ficou com a Band e a Rede TV! pegou o vôlei, praticamente concorrendo no mesmo horário.

Por outro lado, a direção da Bandeirantes já teve todas as demonstrações possíveis, que voltar a ser o canal do esporte é a sua grande saída.

Esporte e Jornalismo, produtos que ela sempre trabalhou tão bem. Competir com aquilo já consagrado nas concorrentes é dar a cara para bater.

E sempre sair machucado.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo