Coluna

Flávio Ricco

Globo ouve voz do público em mudanças nas novelas e pode se dar bem

Caiuá Franco/TV Globo
Novela "Sol Nascente" teve mudanças depois de grupos de discussão Imagem: Caiuá Franco/TV Globo
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

23/12/2016 07h01

Duas novelas da Globo atualmente em cartaz têm demonstrado a importância dos grupos de discussão e como eles podem nortear os trabalhos dos diversos autores.

“Sol Nascente” foi uma novela antes e começa a ser outra agora, após as efetivações desses encontros, que se tornaram rotineiros e imprescindíveis para o bom direcionamento de qualquer trabalho. A sugestão de investir mais em romance e ação, imediatamente acolhida e sem qualquer discrição, foi inserida na vida de vários personagens

E exatamente o mesmo se dá com “A Lei do Amor”. A partir de um determinado momento, o foco se fechou naqueles que mais tinham condição de fazer a história acontecer e a novela andar. “A Lei do Amor”, como fórmula e acabamento, tem tudo que o público espera e gosta de encontrar. O que não deve acontecer, e aí como recado aos autores Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, é ficar mexendo e alterando o seu desenvolvimento o tempo todo.

Por último é também necessário que isto se reflita na audiência, em ambos os casos, ainda abaixo do esperado.

Mas são exemplos que relevam a importância dos grupos de discussão e só aumentam nossa surpresa ao saber que em outras emissoras, fora a Globo, eles não são levados com a mesma seriedade e consideração.

Sorte da Record
“Escrava Mãe”, em cartaz na Record, foi inteiramente gravada muito antes da sua exibição. Veio como pacote pronto.

Está dando audiência, muito pelo trabalho e competência  de toda a sua a equipe, mas é um exemplo que não é recomendado.

Negócio fechado
Otávio Mesquita, através da produtora dele, e o canal Fox Sports chegaram a um acordo para a realização de um  novo programa sobre automobilismo.

Um trabalho que deve ter início logo nos primeiros dias de 2017.

Muito na moita
Oficialmente, a Record não se pronuncia sobre o assunto, mas o seu pessoal tem falado sobre um projeto de rede, para o jornalismo.

Que será produzido e gerado das novas instalações da emissora no Rio de Janeiro. 

Próxima atração
Em substituição a “Escrava Mãe”, a Record vai colocar a reprise de “Escrava Isaura”.

Só que “Belaventura”, prevista para entrar depois das duas, tem seu início de gravações programado para janeiro. Quando estrear, certamente, também já estará totalmente gravada. Isso é que jogar com a sorte ou gostar de viver perigosamente.

Mundos diferentes
A partir da instalação da Record – Rio no antigo RecNov, passando a dividir espaço com a Casablanca, percebe-se que as duas empresas têm maneiras bem diferentes de administrar. Enquanto uma possui normas muito duras, a outra é mais flexível.

Algo um tanto esquisito para todos que trabalham no mesmo lugar.

Campeão de vendas
A Record vai fechar 2016 no azul, para alegria da sua direção.

Aliás, um dos produtos mais festejados é o do Fábio Porchat, lançado com boa audiência e que também se transformou em sucesso comercial.

Poucas mudanças
Porchat saiu de férias na Record e só voltará ao ar em março.

De acordo com a Eyeworks, responsável pela sua realização, em linhas gerais o formato seguirá o mesmo, mas com algumas pequenas inovações.

Repete a fórmula
A exemplo do que aconteceu no começo deste ano, agora no começo de 2017 os elencos do “Saia Justa” e “Papo de Segunda” serão misturados numa série de nove programas no GNT.

A ideia, na sua primeira vez, deu resultados bem interessantes.

Luiz C Ribeiro/Divulgação/TV Globo
Agatha Moreira no Emmy Internacional Imagem: Luiz C Ribeiro/Divulgação/TV Globo
Nome é trabalho
Depois da “Malhação” e uma participação bem importante em “Verdades Secretas”, o nome de Agatha Moreira passou a aparecer com frequência na lista de reservas dos autores da Globo.

Nem bem encerrou sua participação em “Haja Coração”, ela já foi confirmada em “Novo Mundo”, próxima atração do horário das 6.

A propósito
Agatha foi escolhida para o papel de Domitila de Castro, a Marquesa de Santos. “Novo Mundo”, de Alessandro Marson e Thereza Falcão, será uma novela de época, o que tem exigido do seu elenco receber aulas de História do Brasil, para melhor compreensão de seus personagens.

Se Caio Castro foi até Portugal, para se familiarizar melhor com D. Pedro I, Leo Jaime será D. João VI.

Bate – Rebate
• “Sem Volta”, série da Record, teve o início da sua exibição confirmada 4 de janeiro.
• Todas as principais estreias da Globo para 2017 estão programadas para abril.
• Depois de um período mais puxado, as gravações de “A Lei do Amor” começam agora entrar num ritmo desejado de gravações...
• ... Já está havendo até ligeira folga entre o que é gravado e o que vai ao ar.
• Isis Valverde teve um período de preparação intensa para as gravações da novela da Glória Perez...
• ... O mais puxado foi aprender a nadar usando um rabo de sereia...
• ... Foram vários dias de treinamentos em uma piscina.
• Record ainda não informa a data de estreia de “O Rico e Lazaro”, a sua nova novela religiosa...
• ... Mas é certo que “A Terra Prometida” ficará no ar até fevereiro.

*Colaborou José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo