Coluna

Flávio Ricco

Futebol internacional quebra recordes na ESPN em 2016

AP Photo/Manu Fernandez
Messi, o craque do Barcelona, encara marcação do Real Madrid Imagem: AP Photo/Manu Fernandez
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

31/12/2016 07h00

A ESPN está comemorando os resultados obtidos com o futebol internacional neste encerramento de 2016.

Ao longo do ano, os seus três canais transmitiram partidas dos mais diversos e importantes centros, impactando um total aproximado de 10 milhões de pessoas com TV por assinatura.

No comparativo com o mesmo período da temporada passada, a audiência apresentou crescimento médio de 30%.

Entre as ligas de maior interesse, destaque para o Campeonato Espanhol, com mais de 28%. Depois dele, a Premier League, 19%; Bundesliga, 14% e UEFA Europa League, 44%.. Entre o perfil de público que acompanha as partidas de futebol internacional na ESPN, predominam homens e mulheres acima dos 25 anos, com nível socioeconômico ABC.

“O crescimento em duplos dígitos nas mais variadas ligas do futebol europeu nos indica que o fã de esportes se identifica e valoriza a forma com que transmitimos, informamos e analisamos os campeonatos. Nos orgulha saber que a ESPN é referência também no futebol internacional, mas o trabalho não para e seguimos com nossos esforços para crescer ainda mais no próximo ano”, destaca German Hartenstein, diretor geral da ESPN no Brasil.

* Colaborou José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo