Coluna

Flávio Ricco

Programação infantil na TV aberta ainda cabe maior discussão

Divulgação/SBT
Filha de Silvio Santos, Silvia Abravanel apresenta o infantil "Bom Dia & Cia", no SBT Imagem: Divulgação/SBT
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

27/02/2017 07h00

O fato da legislação restringir publicidade para criança não significa que a televisão, a aberta no caso, venha se desobrigar, cada dia mais, em produzir para o público infantil.

Ao contrário, é preciso atendê-lo, e da melhor maneira possível, porque este será – pela ordem natural da vida – o seu telespectador de amanhã.

Evidente que a limitação imposta funciona como um agente inibidor, mas deve partir das próprias TVs a iniciativa de reabrir e discutir mais amplamente esta questão.

Programação infantil, acompanhada de propaganda para o público alvo, existe desde que a Tupi, em 1950, começou a funcionar. Só agora os nossos mestres da lei foram entender que ela pode ser nociva e responsável por males irremediáveis.

Na TV aberta ela não é permitida. Mas na fechada é. Como entender isso? Quer dizer a criança da aberta é diferente da fechada?

João Miguel Júnior/Globo/Divulgação
Viviane Araújo estará em novela de Aguinaldo Silva Imagem: João Miguel Júnior/Globo/Divulgação

Papel garantido
Viviane Araújo, atualmente como Edith em “Rock Story”, vai integrar o elenco de “O Sétimo Guardião”, do Aguinaldo Silva. Desejo dele.

Suzana Vieira é outra que está nos planos do autor.

Trabalho coletivo (1)
“Os Dias Eram Assim”, nova produção da Globo para as 23h, vai mostrar, em uma das sequências gravadas no Chile, o transporte por água de uma casa de verdade.

As pessoas que moram em Castro, principal ilha do arquipélago de Chiloé, participaram da cena, ajudando a equipe da emissora.

Trabalho coletivo (2)
O transporte por água, um trabalho coletivo, é conhecido no Chile como minga.

Muito da cultura local estará presente em “Os Dias Eram Assim”, especialmente no universo dos personagens de Maria Casadeval e Renato Góes.

Esquema é o mesmo
A exemplo de outras produções das 23h, “Os Dias Eram Assim” irá ao ar às segundas, terças, quintas e sextas.

Quarta-feira não, por causa da transmissão do futebol.

Expectativa
O elenco de “Nada a perder”, filme sobre a vida de Edir Macedo, com direção de Alexandre Avancini, continua guardado a sete chaves.

Há uma ordem para evitar a divulgação dos nomes principais. Até por isso, é grande a expectativa em torno da atriz que viverá Ester Bezerra, mulher de Edir.

Pé atrás
O staff de “Nada a perder” já prevê uma dificuldade ou outra na negociação com atores considerados “globais”.

Entende-se que dificilmente nomes do “primeiro time” aceitarão convite por medo de perder papéis em novelas.

Data de estreia      
A Rede TV! trabalha com a data de 11 de março, um sábado, para o lançamento do programa de perguntas e respostas, “O Céu é o Limite”.

Marcelo de Carvalho vai gravar pilotos até as vésperas da estreia.

Foram vistas
As gêmeas do nado sincronizado, Bia e Branca Feres, visitaram a sede do Fox Sports, em São Paulo.

Para todos os efeitos, ficou apenas nisso.

Time forte
A Record voltou a ter um grupo forte no comando da sua teledramaturgia, com a volta de Edson Spinello, já escalado para a direção de “Apocalipse”.

Ele se junta a um time que já reúne Alexandre Avancini, os irmãos Edgard e Leonardo Miranda e Ivan Zettel.

Bruna Valença/Divulgação
Julia Konrad já tem novos projetos Imagem: Bruna Valença/Divulgação

Cinema

Julia Konrad, após “Malhação”, entrou em temporada nacional da peça “Romeu e Julieta”, na qual divide o palco com Felipe Simas.

Paralelo ao teatro, ela inicia em março, em São Paulo, participação no novo longa-metragem da cineasta Monique Gardenberg, “Jamais estive tão segura de mim mesma”. Celeste é a personagem, filha de um cantor brega, vivido por Julio Andrade.

Bate – Rebate

• O “Tudo Pela Audiência”, devido às agendas de Tatá Werneck e Fábio Porchat, corre o risco de não voltar mais no Multishow...
• ... Aliás, a Record é a que mais torce para que isso aconteça...
• ... Até para descansar a imagem do Porchat.
• Elenco de “Carcereiros”, série já gravada, continua aguardando uma posição oficial da Globo sobre data de estreia...
• ... Fala-se em segundo semestre, mas não será surpresa se ficar para 2018...
• Daniel de Oliveira anda com muito trabalho no cinema. Tem feito um filme atrás do outro.
• Também neste ano, Sabrina Sato vai apostar muito em externas para o seu programa na Record...
• ... Depois do Rio, em março, ela já tem agendada gravação em Fortaleza.
• Sonia Abrão vai relançar os livros “Abaixo a Mulher Capacho!” e “Homens que Somem”, pela editora RM.
• “Haja Coração” entra na reta final em Portugal, via SIC...
• ... E apesar de haver diferentes finais gravados para Tancinha (Mariana Ximenes), lá, como cá, o desfecho será o mesmo: final feliz com Apolo, Malvino Salvador, e pronto.
• A partir desta semana, o diretor Paulo Silvestrini inicia em São Paulo as gravações de “Malhação – Viva a diferença”, que estreia em abril na Globo...
• ... O elenco é liderado por Matheus Abreu, que fez a fase jovem de Cauã Reymond em “Dois Irmãos”.

* Colaboração de José Carlos Nery
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo