Coluna

Flávio Ricco

Silvio Santos entra com última cartada contra operadoras

Lourival Ribeiro/Divulgação/SBT
Silvio Santos Imagem: Lourival Ribeiro/Divulgação/SBT
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

17/05/2017 07h00

O depoimento gravado por Silvio Santos, apelando para a compra de antenas na Santa Efigênia e tentando convencer as pessoas a desistirem das operadoras de TV paga, foi entendido por todos, inclusive pessoal da Simba, como último grande recurso em toda a confusão que se meteram SBT, Record e Rede TV!.

Maior e melhor garoto-propaganda que ele, pelo menos nos quadros das três, não existe.

Resta saber onde poderá chegar esse fator novo, representado pela “pressão” direta do dono do SBT, uma vez que as operadoras se mostram irredutíveis à questão de pagar por sinal aberto e têm como certo que não irão repassar mais essa conta para o assinante.

Silvio, do lado dele, nos últimos dias resolveu botar a cara à tapa e se manifestar sobre a pendenga em curso, da qual sempre apareceu como um dos principais articuladores. Um direito dele.

Mas vamos combinar que alguma coisa não está batendo. Tudo bem, pelo menos até a página três, aquilo que diz respeito à mensagem das redes sociais, gravada na sua própria casa.

Porém, e a outra, gravada no auditório, veiculada nos intervalos do SBT? O discurso é o mesmo: comprar a anteninha e se desligar do cabo. Mas se é veiculado pelo SBT ele não está sendo vista só por quem já tem a anteninha?

E outra: já pode fazer propaganda contra empresa de terceiros?

*Colaboração de José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo