Coluna

Flávio Ricco

Final da Liga tem aumento no consumo de TV e público superior a 17 milhões

Darren Staples/Reuters
Cristiano Ronaldo comemora vitória sobre a Juventus, no sábado Imagem: Darren Staples/Reuters
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

06/06/2017 07h00

De acordo com levantamento da GfK, a final da Liga dos Campeões, transmitida sábado por Globo, Band e Esporte Interativo, alcançou aproximadamente 17,7 milhões de pessoas.

Além disso, houve um aumento de 13% nos números de televisores ligados em comparação com a média dos quatro últimos sábados. Segundo o instituto, 79% dos indivíduos que estavam com a TV ligada na faixa horária das 15h39 às 17h49 assistiram a, pelo menos, 1 minuto da final.

Os torcedores que acompanharam pela televisão assistiram, em média, a 55 minutos da partida. O índice de fidelidade, que aponta a média de permanência, foi de 50%. A maior participação foi de homens (55%), da classe C (48%), com 35 anos de idade ou mais (57%).

Em comparação com a média dos quatro últimos sábados dos canais que transmitiram a final, os maiores aumentos de participação foram de homens, com aproximadamente 24%, nas faixas etárias de 12 a 17 anos (40%), 18 a 24 anos (19%) e 25 a 34 anos (9%), cenário também observado nas quartas de final e seminais.

Outro dado interessante deste trabalho da GfK revela que cerca de 50% dos homens de 18 anos ou mais que assistiram à conquista do Real estavam acompanhados de mulheres da mesma faixa etária.

*Colaboração de José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo