Coluna

Flávio Ricco

Novo reality show do Mion tem bastidor extremamente violento

Reprodução/TVUOL
Mion comanda novo reality na Record Imagem: Reprodução/TVUOL
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

19/06/2017 07h00

Se for arruaça e pancadaria que a Record está buscando com o reality “A Casa” que vem por aí, desde já pode se dar por satisfeita. O que não faltou até agora, em suas primeiras gravações, foi muita confusão. Houve até, para se ter uma noção do nível, quem puxasse uma faca para o outro.

Com apresentação de Marcos Mion, o programa estreia no próximo dia 27, às 22h30. Realizado em São Paulo, é a versão brasileira do formato holandês “Get the F*ck Out of My House” (“Cai Fora da Porra da Minha Casa”, em tradução livre) e vai mostrar o confinamento de 100 pessoas em uma residência com apenas quatro camas e dois banheiros.

Na chamada, o Mion coloca o formato como “um desafio nunca antes visto na televisão brasileira”, duração de três meses, confinamento em um ambiente sem espaço, sem conforto, sem descanso e o prêmio de 1 milhão de reais.

Na contramão de outros produtos do gênero, “A Casa” não terá votação do público em dia de eliminação. As saídas dos participantes serão decididas pelo líder da semana, que poderá colocar para fora, de uma só vez, vários participantes.

*Colaboração de José Carlos Nery

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo