PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Flávio Ricco

Marido traído: SBT não foi avisado sobre ida de Dudu Camargo ao "Pânico"

No "Pânico", Dudu Camargo é levado à balada, bebe e faz strip-tease - Reprodução/TV Bandeirantes
No "Pânico", Dudu Camargo é levado à balada, bebe e faz strip-tease Imagem: Reprodução/TV Bandeirantes
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL

27/06/2017 07h00

A participação de Dudu Camargo no “Pânico”, no domingo (25), não foi autorizada por nenhum diretor do SBT. É bom que isto fique bem claro.

Um pedido que também deveria ter partido da Band e não houve, o que também pega nas relações das duas emissoras. Mas é o caso de se perguntar: até que ponto pode chegar um programa, levado pelo desespero de melhor audiência?

O SBT, ao longo dos tempos, sempre apoiou as suas ações no tripé “Família, Diversão e Informação”. Como se observa, “família” e “informação”, a partir de Dudu Camargo e companhia bela, já de algum tempo foram deixados de lado. E não se trata, ao contrário do que pensa seu “padrinho” Silvio Santos de qualquer perseguição a quem quer que seja. Apenas uma triste realidade.

E de nada adianta a Band trocar o seu diretor comercial se o nível da sua programação continuar do jeito que está. Qual cliente terá coragem de agregar sua marca a cenas tão deprimentes como as que foram levadas ao ar neste último domingo?

*Colaboração de José Carlos Nery

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flávio Ricco