Topo

Coluna

Flávio Ricco

Placar de Brasil versus Liga dos Campeões continua em branco

Quinn Rooney/Getty Images
Aranguiz, Fernandinho e Felipe Gutierrez disputam bola em Brasil x Chile, jogo que classificou o Brasil para a Copa 2018 Imagem: Quinn Rooney/Getty Images
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

18/10/2017 00h06

Os direitos da seleção brasileira foram colocados à disposição pela CBF e a notícia que se tem é que ninguém apresentou proposta nenhuma.

Por ninguém, entenda-se ou inclua-se as muitas emissoras que sempre reclamaram falta de chances de concorrer ou superar a Globo em tais disputas.

O curioso é que este desinteresse pelos amistosos e próximas eliminatórias acontece num dos melhores momentos do nosso selecionado, há muito tempo sem perder um jogo e classificado com sobras para a Copa de 2018.

Na sexta-feira teremos a convocação para os encontros contra Japão e Inglaterra em novembro. E, ontem, se soube que já tem outro marcado com a Rússia no ano que vem. Só que até agora, em se tratando de todos, ninguém sabe quem vai mostrar.

Por outro lado, pra muito breve, haverá a concorrência da Champions League. A falta de entusiasmo será a mesma ou essa competição que envolve os grandes times europeus irá despertar maior atenção?

São casos para se pensar e, no mínimo, curiosos, que chamam atenção para os seus desfechos.

Deu pane
Telespectadores da Bandeirantes, na noite de segunda-feira, estranharam a inesperada esticada no tempo do “Brasil Urgente”.

E motivada por um caso de emergência: o servidor caiu e impediu a entrada do “Jornal da Band”. Por conta disso, foi necessário um discurso do Datena, de quase 15 minutos, para contornar a situação.

Fuso horário
O horário de verão, implantado em 10 estados e no Distrito Federal desde o último domingo, está promovendo as mesmas complicações de todos os anos.

Na parte que toca a TV, é impossível ajustar a mesma grade de programação para todas as regiões do país. Confusão e reclamações de sempre.

Reprodução/TV Globo
Lica dá aula sobre machismo em "Malhação - Viva a Diferença" Imagem: Reprodução/TV Globo
“X” da questão
A Globo, nem morta, vai se pronunciar sobre esse assunto agora, mas lá dentro já existe uma corrente, e uma corrente muito forte, para acabar com o título “Malhação”.

Algo, aliás, que já há algum tempo não tem nenhuma razão de existir.

Joio do trigo
O fim do “Malhação”, é bom que se separe, estará limitado apenas a mudança do título.

A faixa da teledramaturgia, ocupada há muitos e muitos anos, será mantida, mas se utilizando de um outro nome. Qual? É o que ainda se discute.

Sem sentido
O “Malhação”, nesses 20 e poucos anos, ficou conhecido por abordar histórias centralizadas em personagens jovens.

Na próxima anunciada, “Malhação – Vidas Brasileiras”, o drama de tudo ficará em cima de uma professora, personagem da Camila Morgado. Sentiu?

Sinceridade
Em longa entrevista ao argentino “La Nacion”, Xuxa abordou abertamente diversos momentos da sua vida e carreira. Um jogo aberto.

Falou da sua vontade de ter um novo programa na Telefe e do desafio de fazer o “Dancing Brasil” ao vivo, um programa formatado, com obrigação do teleprompter, obedecer tempo e receber orientações no ponto.

Raquel Cunha / TV Globo
Lázaro em frente ao Museu do Amanhã, no Rio Imagem: Raquel Cunha / TV Globo
Começou
A Globo deu início às gravações de “Lazinho com Você”, novo programa de Lázaro Ramos, para as tardes de domingo, com estreia em dezembro.

O pontapé inicial foi no Rio, mas agora já está na fase de São Paulo, sempre com a proposta de visitar as principais cidades do país. 

Esquisito
Futebol, rodada dupla, na Band, sub 17 e Liga dos Campeões, a partir do meio-dia.

O curioso é que limaram o Denílson da escala, sem maiores explicações. Paulo Jamelli é quem irá formar dupla com Oliveira Andrade no jogo do Brasil.

Quase lá
O diretor Alexandre Avancini colocou ponto final nas filmagens de “Nada a Perder”, trabalho sobre a vida de Edir Macedo, líder da Universal e dono da Record.

Protagonizado por Petrônio Gontijo, o longa entrou agora na etapa de pós-produção.

Bate – Rebate
• A entrevista do Roberto Cabrini com Paulo Maluf, excelente, teve alguns momentos de maior tensão...
• ... Embora dissesse aberto para todas as perguntas, algumas que foram feitas incomodaram demais o, hoje, deputado federal...
• ... Aliás, registre-se a calma e tranquilidade do Cabrini em conduzir a entrevista e sem nenhum papelzinho na mão.
• A precoce saída do supercampeão Giba do “Exathlon Brasil”, por vontade dele, era tudo o que a Band não queria...
• ... A sua participação, desde o começo, sempre foi considerada essencial para o programa. 
• Um registro muito triste o falecimento de José Carlos Carboni, infarto, na noite de segunda-feira...
• ... Carboni dedicou toda a sua vida ao rádio. Depois de rápida passagem por A Gazeta Esportiva, trabalhou na Jovem Pan e, por muitos anos, na Bandeirantes.
• Tom Cavalcante já está totalmente envolvido com a estreia do filme “Os Parças”. Lançamento nacional em 30 de novembro.
• Evidente que após a Globo ter anunciado a venda de todos os seus pacotes esportivos para 2018, cresceram as esperanças da Band em relação à Copa da Rússia...
• ... Só que até agora, de positivo, ainda não existe nada.

*Colaborou José Carlos Nery
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!