Topo

Coluna

Flávio Ricco

Números provam e atestam a força da TV aberta

Reprodução/TV Globo
Após vencer a luta, Jeiza (Paolla Oliveira) corre para os braços de Zeca, no final de "A Força do Querer" Imagem: Reprodução/TV Globo
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

24/10/2017 00h06

O institucional da Globo, exibido no “Fantástico”, domingo, destacando sua capacidade de alcançar 100 milhões de pessoas/dia, bem ao encontro de informação recentemente colocada por aqui, acaba por ser um número que permite mais de uma simples leitura.

Fato, claro, a ser reconhecido e comemorado, mas que outra vez serve para demonstrar e ratificar o enorme significado da TV aberta na vida dos brasileiros.

Se aos resultados da Globo se juntarem os das outras grandes redes, além do que já é expressivo ou incontestável, se colocará ainda mais por terra qualquer tentativa de questionar este poderio.

Nada é tão repercutido nas mídias sociais do que a própria televisão e o que ela tem no ar em seus mais diversos horários. Entre tantos, a divulgação das enormes façanhas de todos os tempos da nossa vida política ou, num apelo para o extraordinário, aquilo que “A Força do Querer” alcançou durante toda a sua exibição ou mais especialmente em seus últimos capítulos.

Aliás, que mal pergunte, por se tratar de uma dúvida que ficou: será que o ministro do STF, Alexandre de Moraes, ao criticar o que considerou “glamorização do tráfico” foi um telespectador da novela? Ou assistiu pelo menos um capítulo?

Cada uma
O final de semana é sempre de plantão no jornalismo de todas as emissoras. Rede TV!, entre elas.

Mas achando que não era o dia dele, Téo Taveira não apareceu para apresentar o “Rede TV News” no sábado.

Vai daí que...
Depois de esperar até a última hora e verificar que não haveria mais tempo do Taveira se deslocar de Campinas, onde se encontrava, até Osasco, sede da TV, a ordem foi improvisar.

E deslocar Luciana Camargo, do tempo, para a bancada do jornal. Por fim, ao telespectador em casa, diante de tantos comentários e brincadeiras no ar, a impressão é que o jornal foi grande demais para tamanha falta de notícias.

Passou batido
Para o telespectador do “Jogo Aberto”, levado ao ar sábado, na Band, o episódio da demissão e o volta atrás do Levir Culpi no Santos, simplesmente passou batido.

Será que gravaram o programa, sexta-feira, antes de tudo isso acontecer?

Manuela Scarpa/Brazil News
Klebber Toledo está confirmado em nova série da Globo Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News
Mudou – 1
Klebber Toledo é mais um nome confirmado no elenco de “Ilha de Ferro”, nova série da Globo que começa a ser gravada em dezembro.

A entrada deste ator acabou provocando mudanças na estrutura da produção.

Mudou – 2
Pela proposta original, o grande vilão seria feito por um ator estreante.

Momento seguinte, no entanto, optou-se por alguém mais rodado, Klebber no caso, para compor o quarteto amoroso com Sophie Charlotte, Maria Casadevall e Cauã Reymond.

Jornada dupla
Alertada sobre a possibilidade de chuvas no Rio no último fim de semana, a Globo, este ano, decidiu gravar sua tradicional mensagem em dois tempos, no sábado e no domingo.

Os artistas convocados lotaram as redes sociais com imagens de bastidor.

Em família
Se “Tempo de Amar”, novela das seis, reúne no elenco Cássio Gabus Mendes, a substituta, “Orgulho e Paixão”, contará com o irmão dele, Tato Gabus Mendes.

Neste novo trabalho do autor Marcos Bernstein quem vem aí, ele viverá o pai da protagonista, Elisabeta (Nathalia Dill).

Cabrini
Roberto Cabrini vai apresentar uma palestra sobre jornalismo investigativo durante o “24º Congresso de Rádio e TV”, nesta quarta-feira, a partir das 16h30, no Hotel Continental, em Canela (RS).

O evento faz parte do Congresso organizado pela AGERT (Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão).

Divulgação/TVGlobo/Ramón Vasconcelos
Monica Iozzi e Tony Ramos na série "Vade Retro" Imagem: Divulgação/TVGlobo/Ramón Vasconcelos
Ficou na primeira  - 1 
Se alguém ainda tinha alguma esperança...pode esquecer!

A série “Vade Retro”, protagonizada por Monica Iozzi e Tony Ramos não terá segunda temporada na Globo. Pelo menos não foi dado nenhum indicativo de outra edição para os atores, já envolvidos em novos trabalhos.

Ficou na primeira – 2
Decidida a “experimentar outras coisas”, Monica, que segue contratada da Globo, não quis fazer comédia na próxima novela de João Emanuel Carneiro para a faixa das 21h, mas já tem vários convites do cinema.

Quanto ao Tony, após “Tempo de Amar”, está na lista de trocentos outros projetos da casa. É sempre muito disputado.

Bate – Rebate
• O Multishow, já de muito tempo, dedica a faixa da meia-noite ao lado sensual da sua programação...
• ... A novidade, para fugir das rapidinhas de sempre, é que agora teve uma novela, encerrada domingo...
• ... O tema, para justificar a pegação quase em tempo integral, foi a dificuldade de uma empresária em colocar a sua marca de lingerie no mercado...
• ... Aliás, “Lingerie” serviu como título da série ou novela.
• O curta brasileiro “Paraíso Insólito” ganhou o prêmio de melhor filme estrangeiro no Festival Internacional de Glendale, na Califórnia...
• ... A cerimônia de encerramento aconteceu domingo, no Teatro Alex, em Los Angeles...
• ... “Paraíso Insólito”, na verdade, ganhou tudo. Levou também como melhor diretor, melhor ator e melhor atriz...
• ... Por eles entenda-se, Anselmo Vasconcellos, Breno Augusto Guimarães e Dani Antunes.
• Record tem concentrado gravações de suas novelas em estúdio, para não ser prejudicada pelas chuvas no Rio.
• Cerca de 7 milhões de visualizações no Instagram e quase 800 mil no Facebook...
• ... Números do emocionado agradecimento de Paolla “Jeiza” Oliveira.   

*Colaborou José Carlos Nery

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!