Topo

Coluna

Flávio Ricco

Vinheta Globeleza pode desfalcar carnaval da Globo em 2018

Divulgação
Globeleza vestida e casais dançando frevo e maracatu na vinheta da Globo em 2017 Imagem: Divulgação
Flávio Ricco Flavio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Flavio Ricco

Colunista do UOL

08/11/2017 00h05

Nada se falou sobre isso até agora, não de forma oficial, porém são muito fortes os rumores dentro da Globo de que não teremos a tradicional vinheta da Globeleza para o próximo Carnaval. Pelo menos naquilo que diz respeito às escolas de samba do Rio.

Para 2018, nada de rainhas, passistas, casal de mestre-sala e porta-bandeira e intérprete das escolas de sambas devem aparecer. As apresentações dos sambas serão através de um clipe que incluirão imagens do último desfile da agremiação e as respectiva letras na tela.

A Globo nega que a mudança tenha relação com cortes de despesas: "Teremos vinhetas de Carnaval 2018, que terão um novo conceito, em que o samba enredo será o protagonista".

A mudança da emissora já foi comunicada às escolas, que se preparavam para as gravações marcadas geralmente no mês de novembro. As vinhetas eram apresentadas entre janeiro e fevereiro em sua grade.

Valéria Valenssa reinou por 12 anos

De acordo com o site Memória Globo, a primeira vinheta de carnaval da emissora surgiu em 1990, com a modelo Valéria Valenssa. Criada por Hans Donner, a chamada ganhou o nome de Globeleza no ano seguinte, quando foi apresentada a música Samba da Globo, composta por Jorge Aragão e Franco Lattari e cantada por Quinho.

Em 1993, Valéria apareceu sozinha na vinheta e recebeu o título de Globeleza – ela reinou por 12 anos e se despediu em 2005.

Já em 2017, uma mudança importante determinou o fim da Globeleza seminua. Em vez disso, a musa da vez, Erika Moura, apareceu ao lado de homens e mulheres representando as mais diversas manifestações culturais brasileiras para o período da folia.

*Colaborou José Carlos Nery e Ana Cora Lima

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!