Topo

Coluna

Flávio Ricco

Teve um antes e depois: "O Outro Lado do Paraíso" está muito melhor agora

Raquel Cunha/TV Globo
Marieta Severo e Grazi Massafera em cena de "O Outro Lado do Paraíso" Imagem: Raquel Cunha/TV Globo
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

24/12/2017 00h06

Novela, como obra aberta, permite certos malabarismos aos seus autores, que sem extrapolar na vaidade e sabendo intervir no momento certo, podem mudar o rumo da história ou parte dela para ir ao encontro daquilo que o público deseja assistir.

Exemplos fartos, mas “O Outro Lado do Paraíso” como mais recente.

Realizado um pouco antes do que normalmente acontece, um mês se tanto de exibição, o “grupo de discussão” apontou fatos e questionou situações que já estavam no radar do autor Walcyr Carrasco.

Assim como aconteceu inúmeras outras vezes e com incrível sequência se repetem produções do gênero, nem sempre algumas condições imaginadas no momento de escrever acabam funcionando na prática.

Méritos a ele e toda a sua equipe que souberam interceder no momento certo. As mudanças efetivadas no finalzinho de novembro, com a reviravolta de vários personagens, atenderam não só o que o telespectador queria, mas o que a própria novela estava exigindo.

“O Outro Lado do Paraíso”, hoje, não chega a ser uma novela inteiramente diferente daquela que estreou, mas com a maior das certezas teve todos os seus núcleos de ação azeitados e aprimorados. Está muito melhor agora.

O que havia necessidade de fazer, foi feito. E, pelo jeito, deu certo.

Start
A Globo deu início aos trabalhos de “Orgulho e Paixão”, a substituta de “Tempo de Amar” na faixa das 18 horas.

Depois de todo um período de preparação, começaram as externas em locações no interior do Rio e em Minas Gerais.

Prazo seguro
Assim como em todas as suas faixas de dramaturgia, a Globo deu início aos trabalhos de “Orgulho e Paixão” com uma antecedência bastante segura.

A sua estreia está prevista para meados de março. Novela de Marcos Bernstein e direção de Fred Mayrink.

Reprodução
Tiago Leifert se emociona na final do "The Voice Brasil" Imagem: Reprodução
Pá pum
Férias ou tempo um pouco maior para descanso, em se tratando do Tiago Leifert, só em meados de abril.

Agora, terminando o “The Voice”, ele irá se integrar imediatamente aos trabalhos do “Big Brother Brasil”. Sem folga entre um e outro.

Gente nova
Na novela do João Emanuel Carneiro, próxima das 9 na Globo, boa parte do seu elenco jovem será formado por atores da Bahia.

Bom número deles já escolhidos pela produção. É por lá que terão início as suas gravações.

Pedro Curi/Divulgação/TV Globo
Professor Raimuno (Bruno Mazzeo) na "Escolinha" Imagem: Pedro Curi/Divulgação/TV Globo
Não para
Mesmo com todas as dificuldades, entre as principais conciliar as agendas de trabalho de todos, a Globo trabalha com a possibilidade da “Escolinha” continuar no esquema de temporadas.

Os bons resultados apresentados sempre acabam prevalecendo.

Jornalismo
O SBT não terá mais correspondente na Argentina.

A jornalista Patrícia Vasconcellos, até então designada para as funções, terá agora Brasília como nova base, reforçando a sua equipe na cobertura política.

Boa frente
Depois de um começo bem complicado, a produção da Casablanca soube superar as dificuldades e agora trabalha com maior tranquilidade nas gravações de “Apocalipse”.

Graças aos esforços de todos, houve a possibilidade de abrir uma frente mais confortável de capítulos.
                                                                                    
Teatro
A peça “Morte Acidental de um Anarquista” reiniciará suas apresentações em fevereiro, com temporada no Teatro Gazeta, em São Paulo, e depois sair para outras capitais e cidades.

No seu elenco, Dan Stulbach, Henrique Stroeter, Riba Carlovich, Maíra Chasseraux, Marcelo Castro e Rodrigo Bella Dona.

Aventura no “Domingão”
O “Domingão do Faustão” vai exibir hoje o desafio do biólogo João Paulo Krajewski frente a centenas de baleias assassinas durante sua caça na Patagônia e na Noruega.

Krajewski mostra o encontro em massa de orcas e baleias jubarte, todas famintas, em busca de um cardume de arenques. É considerada uma das aventuras mais perigosas do programa.

Bate – Rebate
• O mercado de atores está bem disputado por produtos das TVs aberta, fechada e streaming...
• ... Um alvoroço que já está levando alguns não saber o que fazer da vida...
• ... Há um aquecimento dos mais interessantes...
• ... Só a Netlix está com duas séries em andamento, “Samantha!” e outra sobre o lava-jato, do José Padilha...
• ... “Samantha!”, por exemplo, terá Emanuelle Araújo no papel-título.
• Apenas no começo de janeiro, a Band examinará a possibilidade de nova temporada do “Exathlon”...
• ... As chances de um próximo, no entanto, para não dizer que não existem, são muito pequenas.
• O quadro do banquinho, pelo que representa comercialmente, teve uma importância fundamental na decisão do SBT em renovar com Raul Gil.
• “Quase Alguém”, curta do Daniel Ghivelder, começa a ser rodado agora em janeiro.
• O prazo limite para o desligamento do analógico no Vale do Paraíba e Campinas se encerra no próximo dia 17.

*Colaborou José Carlos Nery

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!