Coluna

Flávio Ricco

A "guerra das calcinhas" nas novelas do horário nobre da Globo

Reinaldo Canato/UOL
O ator Milhem Cortaz Imagem: Reinaldo Canato/UOL
Arte/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL

21/01/2018 00h05

Bem antes de “O Outro Lado do Paraíso”, de Walcyr Carrasco, entrar em exibição já se sabia da escolha de Milhem Cortaz para viver um personagem bastante ousado em “O Sétimo Guardião”, de Aguinaldo Silva, que estreia em 12 de novembro na Globo.

No caso, um delegado, com pinta de machão, enlouquecido por lingeries. Não pode ver uma. Quem sofrerá com isso será Flávia Alessandra, sua mulher na história, por causa dos constantes desaparecimentos de suas peças íntimas. Isso é uma coisa.

A outra, é que após Eriberto Leão também escancarar todo o seu fascínio por lingeries na atual novela das nove, imaginou-se que o Aguinaldo imediatamente rifaria essa trama do seu roteiro para não ficar com ar de “segunda mão”. Só que não. Apesar da “coincidência”, o fetiche será mantido em “O Sétimo Guardião”, porque terá uma outra importância para a novela. O autor está apostando muito no trabalho que será desenvolvido por Milhem Cortaz.

*Colaborou José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Colunas - Flavio Ricco
Topo