Topo

Coluna

Flávio Ricco

Anitta, além de protagonista, será também sócia de filme sobre as UPPs

Margarida Neide/Ag. A Tarde/Folhapress
Imagem: Margarida Neide/Ag. A Tarde/Folhapress
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

31/01/2018 00h05

Ontem, no “Fofocalizando”, Leo Dias falou sobre a participação de Anitta como estrela de um novo filme de Rodrigo Pimentel, bem na linha do “Tropa de Elite” e abordando também o papel das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora).

No caso dela, para viver Larissa, policial, sem vocação e desiludida com o ofício de prender bandidos, que a justiça solta no dia seguinte.

Pimentel, pra quem não sabe, foi comentarista policial do “RJTV”, da Globo, durante muito tempo.

O que o Leo não contou no SBT é que a Anitta recusou o cachê de R$250 mil para fazer o filme.

Ela só aceitou viver a protagonista sob a condição de ser sócia da produção e participar de todos os detalhes. Negócio fechado.

Tem mais: Rodrigo Santoro está analisando o roteiro, também para papel de destaque.

A realização ficará a cargo dos mesmos produtores do filme “Chacrinha: O Velho Guerreiro”.

Os trabalhos terão início logo depois da Copa do Mundo, porque antes Anitta não tem datas disponíveis em sua agenda.

*Colaborou José Carlos Nery 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!