PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Flávio Ricco

Clube da Luluzinha: "Vídeo Show" fica mais feminino do que nunca

Fernanda Keulla e Vivian Amorim, novas apresentadoras do "Vídeo Show", e Ana Clara Lima, nova repórter do programa - Montagem/UOL
Fernanda Keulla e Vivian Amorim, novas apresentadoras do "Vídeo Show", e Ana Clara Lima, nova repórter do programa Imagem: Montagem/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

16/07/2018 00h05

Não contando mais com a presença de Otaviano Costa, o “Vídeo Show”, a partir desta segunda-feira, terá Vivian Amorim e Fernanda Keulla ao lado de Sophia Abrahão na sua apresentação.

Já na reportagem, entra outra ex-BBB, Ana Clara, e ainda o “intruso” Felipe Titto. O setor movimenta também Marcela Monteiro e Mônica Salgado.

Em relação às novas apresentadoras, se antes o aproveitamento de ex-BBBs na Globo sempre foi muito econômico, Grazi Massafera e mais ninguém, isso indica, pelo menos, uma forma diferente de ver o mundo.

Além dessa oportunidade oferecida às ex-participantes da “casa mais vigiada do país”, em um posto já ocupado por  Marcelo Tas, Miguel Falabella, Zeca Camargo e tantos outros, chama atenção o fato que o programa ficou mais feminino do que nunca, praticamente um clube da Luluzinha. Isso é uma coisa.

A outra, é que quando bem feita, toda renovação é válida.

O problema é saber se essa moçada está pronta para segurar um “ao vivo”. Ou se, em uma situação inesperada, saberá interagir com o jornalismo da Globo diante de um caso de grandes proporções.

Nessa hora, experiência conta muito. Por aí a presença do Otaviano sempre foi importante.

Resta esperar. Tempo ao tempo.

*Colaborou José Carlos Nery

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Flávio Ricco