Topo

Coluna

Flávio Ricco


Novo livro de Leo Dias vai contar a história do cantor Belo na prisão

Marcos Steinmeyer/UOL/Divulgação Montagem/UOL
Léo Dias e o cantor Belo Imagem: Marcos Steinmeyer/UOL/Divulgação Montagem/UOL
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

2019-06-04T00:04:00

04/06/2019 00h04

Leo Dias, antes de sair para um retiro na casa da Xuxa, em Angra, teve uma reunião, ontem, na editora Ediouro e deixou organizado todos os detalhes do seu próximo livro.

Depois de "Furacão Anitta", agora será a vez da biografia não autorizada do cantor Belo (Marcelo Pires Vieira).

A obra terá início desde o dia em que ele entrou na cadeia até o momento da saída.

Entre outras situações, serão abordados com detalhes os seus três casos amorosos durante o período e o fato de ter ficado ainda mais famoso após deixar a prisão.

Belo foi preso em 2002 e, depois, condenado por envolvimento com o tráfico. Cumpriu 4 dos 6 anos e teve a pena extinta pela Justiça em 2010.

*Colaborou José Carlos Nery