Topo

Coluna

Flávio Ricco


"Alarma TV" encontrou forte resistência no SBT, mas Silvio exigiu exibição

"Alarma TV" agora nas manhãs do SBT - Reprodução
"Alarma TV" agora nas manhãs do SBT Imagem: Reprodução
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

04/10/2019 00h05

A direção do SBT tentou evitar, de todas as maneiras, o lançamento do "Alarma TV", anunciado como "revista popular", mas que não passa de um telejornal de mau gosto, exibido com algum sucesso para o público hispânico dos Estados Unidos.

Prevaleceu a vontade do dono, Silvio Santos. Por ter comprado o programa, ele queria porque queria colocá-lo no ar. E colocou.

Formatos apelativos como o "Alarma TV", este com conteúdo extremamente inconveniente, num primeiro instante chegam a despertar a curiosidade de uma parte do público.

Mas são sempre desastrosos os seus resultados na parte comercial. E o SBT, diante dos tantos cortes que vem realizando, parece que não está no momento de rasgar dinheiro.

Depois da fracassada estreia na terça-feira, a partir desta quinta, o programa passou a ser exibido às 10h30, antes dos desenhos infantis.

*Colaborou José Carlos Nery

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Flávio Ricco