PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Emissora da Record na África usa abertura e vinhetas do SBT

"A Que Não Podia Amar" foi exibida até novembro no SBT - Imagem
"A Que Não Podia Amar" foi exibida até novembro no SBT Imagem: Imagem
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

05/12/2019 00h05

Resumo da notícia

  • TV Miramar utiliza pacote gráfico do SBT em novela mexicana
  • "A Que Não Podia Amar" foi exibida pelo SBT até o mês passado
  • Caso já está nas mãos dos advogados do SBT

A TV Miramar de Moçambique, na África, membro do Grupo Record, passou a exibir, este mês, a novela mexicana "A Que Não Podia Amar", protagonizada por Ana Brenda Contreras. Até aí, normal.

O problema é que a Miramar está usando o mesmo pacote gráfico produzido pelo SBT, que também já apresentou esta novela, como vinhetas e tudo mais, além das chamadas.

Como não poderia deixar de ser, a informação sobre o uso indevido desse trabalho pela Miramar já chegou ao SBT e o caso está sendo analisado pelo seu departamento jurídico.

Um dos diretores da casa, brincando diante do fato, diz que "até fora do Brasil a Record copia o SBT".

*Colaborou José Carlos Nery

Flávio Ricco