PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


TVs do Grupo Globo observam crescimento de audiência

Divulgação
Imagem: Divulgação
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

23/03/2020 00h06

O aumento do consumo da televisão, como efeito natural da quarentena que nos foi imposta, continua acontecendo e de uma forma distribuída. Todos os canais Globo, por exemplo, observaram crescimento na última semana.

Destaque, claro, para a TV Globo que elevou em 19% a sua audiência. E a surpresa: tal resultado foi impulsionado pelas crianças, à tarde, faixa de 4 a 11 anos de idade, apesar de o crescimento atingir todos os públicos.

No Globoplay subiu mais de 20% o número de usuários por dia assistindo aos seus conteúdos, com destaque para o consumo "ao vivo".

Também no canal de notícias GloboNews, com a cobertura quase que em tempo integral da crise do coronavírus, foi de 82% o crescimento da sua audiência, liderando o ranking da TV paga todos os dias.

E até o Multishow, durante a exibição do "BBB 20", chegou ao segundo lugar em todo o meio TV, atrás somente da TV Globo. SporTV e Viva também estão bem ranqueados.

Um quadro que ainda poderá apresentar surpresas no decorrer dos próximos tempos.

Roberto Kovalick apresenta o "Hora Um" na Globo - Divulgação/Fabio Rocha
Roberto Kovalick apresenta o "Hora Um" na Globo
Imagem: Divulgação/Fabio Rocha

Mudança de hábitos

Os últimos relatórios do Ibope apontam que as TVs estão sendo ligadas cada dia mais cedo, devido ao grande interesse do público na busca por notícias sobre a pandemia.

Os últimos relatórios de audiência mostram esta mudança de comportamento com muita clareza.

Exemplo

De forma geral, os aparelhos passaram a ser ligados 25 minutos mais cedo. Dados da última terça-feira, por exemplo, apontam que, ao meio-dia, o número dobrou em 102% comparado ao mesmo dia da semana anterior.

E o fluxo de pessoas para ver TV no começo do horário nobre cresceu 120%. À noite, os aparelhos agora são desligados, em média, 40 minutos mais tarde. Dados da Grande São Paulo.

E aí?

Depois de todas as TVs, entre mais e menos importantes, espera-se que a direção da TV Gazeta também tome providências em relação à sua programação.

Por enquanto, ou até a última sexta-feira, tudo continuou como sempre, com os seus programas, ao vivo, seguindo normalmente.

Chegou a conta

A verdade é que quase todas as outras TVs, mesmo em um cenário bem complicado como o de agora, mas com o jornalismo operante, continuam em condições de atuar no mercado.

A Gazeta praticamente não. A decisão, já de algum tempo, foi manter apenas o "Jornal da Gazeta", das 19h às 20 horas, de segunda a sexta.

Cruz e espada

Vai daí que, sem jornalismo ou com ele reduzido da forma que foi, todo o seu apoio comercial vem do entretenimento.

É uma situação extremamente complicada. Como parar com tudo agora?

Iniciativa

Considerando o atual panorama, a TV Gazeta decidiu colocar no ar o "Plantão da Saúde - Coronavírus".

Todos os dias, seis da tarde, no horário do "Gazeta Esportiva"

Olhares

Além do compacto de "Novo Mundo", na faixa das 18h, a Globo terá "Nos Tempos do Imperador".

Já no cinema, possivelmente ainda este ano, entrará em cartaz "A Travessia de Pedro", com Cauã Reymond. Será bem interessante acompanhar esses diferentes trabalhos relacionados à nossa história.

Mudanças

Sérgio Aguiar, já de alguns dias, deixou de apresentar o último boletim do "JR - 24", para dividir a bancada do "Jornal da Record" com Adriana Araujo.

Lucio Sturm vai assumir o "JR - 24h" - Reprodução/Record TV
Lucio Sturm vai assumir o "JR - 24h"
Imagem: Reprodução/Record TV

Leandro Stoliar está provisoriamente no posto, mas Lucio Sturm irá assumir em definitivo o "JR" do fim de noite.

Sofá

Marco Pigossi conseguiu concluir as gravações de duas produções para a Netflix - "Cidade Invisível" e "Alto Mar" - bem antes do coronavírus parar com tudo.

Agora, vai aguardar os lançamentos.

Toca o barco

A equipe de autores de "Gênesis", próxima novela bíblica da Record, foi orientada a seguir normalmente com o trabalho de texto.

São grandes, inclusive, as possibilidades de a trama entrar no ar inteiramente escrita.

Caminho

O canal Fox Sports, segundo o seu pessoal, deverá reduzir drasticamente sua carga "ao vivo". Tudo como parte de um esforço para diminuir ainda mais a circulação na sede d o Rio de Janeiro e preservar a saúde dos colaboradores.

O "Debate Final", na semana passada, teve apenas um apresentador no estúdio e cinco comentaristas entrando no ar, de suas casas.

Roberto Cabrini e o cinegrafista do SBT dentro de um hospital - Arquivo pessoal
Roberto Cabrini e o cinegrafista do SBT dentro de um hospital
Imagem: Arquivo pessoal

Ao vivo

Nesta segunda, o "Conexão Repórter", do Roberto Cabrini, será exibido ao vivo e, sob o título "O Inimigo Inivisivel", também com foco no coronavírus.

O programa promete mostrar a vida nas comunidades e os bastidores dos hospitais, além de entrevistas com autoridades e especialistas. No ar, no SBT, faixa das 23h.

Olha só

A partir de hoje, o "Fox Sports Rádio", no Fox Sports,, será apresentado pelo Benjamin Back direto da casa dele, em São Paulo.

Uma câmera profissional foi instalada - só ligar e desligar, e o programa irá ao ar normalmente, inclusive com os outros participantes, via Skype.

Televisão de verdade

Muito do que o Benjamin fará a partir de hoje e a Cátia Fonseca, também, apresentando o programa da casa dela, é o que se espera da televisão.

Que ela tenha sempre este dinamismo e, até em momentos como os de agora, saiba se adaptar às dificuldades. Perdem os que ainda continuam no mundo do faz de conta.

Bate - Rebate

* O ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, é o entrevistado do "Roda Viva", nesta segunda, 22h, na Cultura.

* No SBT, por causa dessa confusão toda, já se trabalha com a possibilidade de transferir o "Troféu Imprensa".

* Na RIT TV, televisão do R.R. Soares, existem funcionários bem preocupados com a total falta de atenção aos cuidados que o momento exige...

* ... Entre idosos e pessoas com problemas de saúde, diabéticos entre eles, todos continuam trabalhando normalmente.

* Ainda sobre essa questão do coronavírus, os repórteres são, necessariamente, obrigados a se colocar na linha de frente...

* ... Só que isto deve acontecer com responsabilidade...

* ... Todos os cuidados devem ser observados pela produção, pauta etc., no levantamento das questões e escolha dos entrevistados...

* ... Pode parecer algo primário, básico, mas não vem acontecendo no jornalismo de algumas emissoras, o que é lamentável...

* ... Já existem registros de casos bem lamentáveis.

*Colaborou José Carlos Nery

Flávio Ricco