PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Flávio Ricco


Questão do hábito faz toda diferença na alta audiência da Globo

Christiane Torloni é a Tereza Cristina de "Fina Estampa" - Alex Carvalho
Christiane Torloni é a Tereza Cristina de "Fina Estampa" Imagem: Alex Carvalho
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

Colunista do UOL*

27/03/2020 00h06

O que se observa, na troca de "Amor de Mãe" por "Fina Estampa", é que o telespectador se acostumou assistir a TV Globo naquele horário.

Independentemente de ser uma reprise, cuja escolha ainda é debatida entre os prós e contrários, os índices de audiência no horário não sofreram alteração quase nenhuma.

São praticamente os mesmos.

Aí é que entra, o que sempre se fala e se repete ou que se tem como norma: televisão é hábito.

O público está cansado de saber que todos os dias, no mesmo horário, vai encontrar uma novela, seja qual for a história que esteja sendo contada.

A Globo, em termos de fidelidade de grade, é única. Existem pontos estratégicos na sua programação que não se alteram praticamente desde o dia em que foi inaugurada.

Daí as críticas às concorrentes que, sem ter certeza ou confiar naquilo que fazem, o tempo todo ficam promovendo mudanças. Os resultados mostram quem age corretamente

Reprodução
Imagem: Reprodução

Mundo mudou

Os relatórios de audiência indicam que o número de ligados aumentou consideravelmente nos últimos dias.

Esperado. Nem poderia ser diferente, com quase todo mundo trancado em casa.

Olha só

Em 9 de março, uma segunda-feira, quando as grades de programação eram as mesmas, o número de ligados nas 24h era de 39,3%.

No dia 23, última segunda, saltou para 48,1%.

Outro detalhe

Em termos gerais, até agora, SBT e Record estão mantendo os mesmos números de fevereiro.

Globo, com 1,3, e Band, 0,1, observaram crescimentos na média/dia. É a força da TV aberta.

Importante considerar

O que se observa, examinando esses resultados mais profundamente, é que muitas pessoas voltaram a ver televisão.

Embora os acessos aos serviços de streaming também tenham observado crescimentos, o da televisão aberta está sendo muito maior.

Muito se deve

Verdade é que, com uma pandemia mexendo com a vida de todos, também passou a ser muito maior o interesse das pessoas em buscar os telejornais e os canais de notícia.

Um consumo cada dia maior, conforme atestam esses resultados de audiência.

Claudia Leitte, Ivete, Daniela e Serginho Groisman no "Altas Horas" - Zé Paulo Cardeal / TV Globo
Claudia Leitte, Ivete, Daniela e Serginho Groisman no "Altas Horas"
Imagem: Zé Paulo Cardeal / TV Globo

Melhores momentos

O "Altas Horas" de Serginho Groisman, sábado, terá Claudia Leitte, Ivete Sangalo e Daniela Mercury. As cantoras participam de edição especial em homenagem ao Axé, ao lado de Bell Marques, Margareth Menezes, Beto Jamaica, Compadre Washington, Ricardo Chaves, Durval Lelys e Mari Antunes.

O programa vem destacando seus grandes momentos.

Grandes jogos

A recém-criada "Faixa Especial", do SporTV, nesta sexta-feira, às 19h, exibirá a final da Copa do Mundo de 94 entre Brasil x Itália.

O programa vai resgatar matérias exibidas na época, depoimentos dos principais personagens e terá uma narração inédita de Luiz Carlos Jr., com os comentários de Lédio Carmona e Pedrinho.

Inusitado

Luiz Carlos Jr., que trabalhou na final de 94, diz que "narrar novamente um jogo histórico é como um músico, que vai ter que regravar um clássico. É pegar uma música muito especial, famosa e conhecida e ter que colocar uma roupagem atual".

"É assim que eu vejo essas novas narrações e acho muito interessante e inusitado", conclui.

Barulho

O "Fox Sports Rádio", com seus participantes de casa, teve como convidados, Kaká, Zico, Jadson, em sua primeira entrevista após deixar o Corinthians, e Roberto Carlos, ontem.

Todas as conversas com enorme repercussão. Programa embalado como era nos estúdios.

Bate - Rebate

* Assim como todas as outras TVs, a Globo meio que deu um tempo no que estava planejado para a sua programação...

* ... A partir de agora, tudo passa a depender de quanto tempo será necessário essa pausa na produção...

* ... Muito do que estava sendo pensado para ser exibido este ano, dificilmente será.

* O "Domingo Show", da Sabrina Sato, na contramão de todos os outros, deve continuar por muito tempo com inéditos no ar ...

* ... Uma consequência da quantidade de gravações realizadas desde o final do ano passado...

* ... Tem muita coisa pronta, dependendo só do trabalho de edição.

* A Globo ainda não fala nada, mas a novela da Lícia Manzo ficou para o ano que vem...

* ... E, por consequência, a do João Emanuel Carneiro também...

* ... Não tem como ser diferente.

*Colaborou José Carlos Nery

Flávio Ricco